Atacante Mutu, da Fiorentina, é flagrado em exame antidoping

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010 16:32 BRST
 

MILÃO (Reuters) - O atacante da Fiorentina, Adrian Mutu, testou positivo para uma droga supressora de apetite, sibutramina, informou em comunicado o Comitê Olímpico Italiano (CONI) nesta quinta-feira.

Mutu, demitido do clube Chelsea em 2004 por uso de cocaína, coletou uma amostra que deu positivo no jogo da Série A do futebol italiano entre Fiorentina e Bari, em 10 de janeiro.

"Na primeira amostra que analisamos, a presença de um metabolito de sibutramina foi detectado para Adrian Mutu", dizia o comunicado.

O CONI, que age como a agência antidoping da Itália, não deu mais detalhes, porém tem um longo histórico de banir atletas que reprovam nos exames --mesmo se as drogas forem tomadas por acidente.

No entanto, o CONI absolveu o capitão italiano Fabio Cannavaro no ano passado quando sua documentação do Juventus não registrou corretamente o tratamento emergencial recebido para uma picada de inseto.

Mutu teve uma temporada problemática com a Fiorentina, em parte, por causa de uma lesão e também pela queda no rendimento após a saída do Chelsea, em 2004.

O clube inglês queria uma indenização pela saída de Mutu e as autoridades do futebol e do Tribunal Arbitragem do Esporte apoiaram a reivindicação, exigindo que o jogador de 31 anos pagasse 17 milhões de euros (23,9 milhões de dólares).

Mutu apelou novamente a um tribunal federal suíço e a situação está agora suspensa, apesar de o técnico da Fiorentina Cesare Prandelli reconhecer que a saga estava na cabeça de Mutu e que ele nem sempre escolheu o atacante nesta temporada.

(Reportagem de Mark Meadows)