30 de Janeiro de 2010 / às 11:20 / 8 anos atrás

Serena Williams bate Justine Henin e vence o Aberto da Austrália

<p>Serena Williams derrotou a belga Justine Henin por 6-4, 3-6 e 6-2, neste s&aacute;bado, para conquistar seu quinto t&iacute;tulo do Aberto da Austr&aacute;lia ap&oacute;s um jogo tenso entre as duas melhores jogadoras de sua gera&ccedil;&atilde;oDavid Gray (AUSTRALIA - Tags: SPORT TENNIS)</p>

Por Julian Linden

MELBOURNE (Reuters) - Serena Williams derrotou a belga Justine Henin por 6-4, 3-6 e 6-2, neste sábado, para conquistar seu quinto título do Aberto da Austrália após um jogo tenso entre as duas melhores jogadoras de sua geração.

A norte-americana resistiu à pressão depois que Henin levou o jogo para o terceiro e decisivo set, garantindo a vitória após duas horas e sete minutos de partida e manteve o título que ela ganhou no ano passado.

Ambas as jogadoras estavam muito nervosas no início da decisão e lutavam contra a exaustão ao final, mesmo assim foram capazes de proporcionar aos torcedores que lotaram a quadra central do Melbourne Park algumas jogadas brilhantes e drama intenso na primeira final em que se encontraram.

"Foi uma grande final e qualquer uma de nós poderia ter vencido", disse Williams após receber o troféu Daphne Akhurst Memorial Cup das mãos de Margaret Court, que venceu nada menos do que 24 Grand Slams.

Williams, que usou um vestidinho amarelo alaranjado, registrou 12 aces e 32 winners, enquanto Henin demonstrou a velha forma que lhe garantiu sete títulos de Grand Slam, incluindo o Aberto da Austrália em 2004, produzindo 28 winners.

Apesar da derrota, ainda assim foi uma espécie de triunfo para Henin, que voltou ao circuito profissional somente este mês após ter abandonado o esporte em maio de 2008.

RETORNO DE CONTO DE FADAS

A jogadora de 27 anos precisou de um convite da organização para poder disputar o torneio, pois ainda não tem pontuação no ranking mundial, mas contou com uma onda de emoção e apoio para se tornar apenas a segunda wildcard a chegar a uma final de Grand Slam.

Sua compatriota Kim Clijsters venceu o Aberto dos Estados Unidos no ano passado após ter seu próprio retorno de conto de fadas, vencendo Serena nas semifinais.

"Foram duas semanas muito emocionantes para mim", declarou Henin. "Gostaria de parabenizar Serena, ela é uma campeã de verdade."

"Achei que isso nunca aconteceria novamente e, finalmente, pude voltar à quadra e realmente desfrutar um torneio."

Vestindo uma blusa azul-claro e tradicional sai branca, Henin parecia em perigo ao perder o primeiro set para a número 1 do mundo em 51 minutos.

Entretanto, a belga venceu quatro games seguidos e levou o segundo set, com a norte-americana mostrando alguns sinais de cansaço.

Williams também havia jogado a final de duplas, a qual venceu ao lado da irmã Venus, e usava faixas nas duas pernas, mas quando tudo parecia perdido, ela se reabilitou enquanto Henin começava a vacilar.

Williams venceu os últimos quatro games e selou sua vitória com um golpe de backhand profundo, o qual Henin não foi capaz de rebater.

A vitória deu a Williams seu décimo segundo título de Grand Slam, deixando-a ao lado da norte-americana Billie Jean King, que assistiu ao jogo na Rod Laver Arena, na sexta colocação na lista das tenistas campeãs em Grand Slams.

Ela também se tornou a primeira mulher a vencer o Aberto da Austrália por cinco vezes desde o início da era profissional em 1968 e a primeira a ter sucesso na defesa do título desde que Jennifer Capriati venceu o torneio em 2001 e 2002.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below