January 30, 2010 / 7:51 PM / 7 years ago

A pressão está sobre Murray, diz Federer

4 Min, DE LEITURA

Por Julian Linden

MELBOURNE (Reuters) - Os jogos de nervos já começaram antes da final do Aberto da Austrália entre Roger Federer e Andy Murray.

Murray está confiante, dizendo que ele tem o jogo necessário para derrotar o número 1 do mundo porque já o fez seis vezes antes.

Federer acredita que Murray pode sentir a pressão porque nunca o venceu em uma final de Grand Slam e ainda tem a cobrança adicional de ser o primeiro britânico campeão de um torneio de Grand Slam em 74 anos.

A guerra verbal já começou.

"Eu sei que ele gostaria de vencer o primeiro para o tênis britânico em, o que, 150 mil anos?, ironizou Federer.

"Acho que ele precisa muito mais disso do que eu, então, acredito que grande pressão está sobre ele. Mas veremos como ele vai lidar com isso. Não será fácil para ele, isso com certeza."

O jogador de 28 anos já disputou 21 finais de Grand Slam, vencendo 15. Ele já ganhou o Aberto da Austrália três vezes e foi finalista em outra, quando perdeu um jogo épico em cinco sets para Rafael Nadal, no ano passado.

Murray jogou apenas uma final de Grand Slam, a do Aberto dos Estados Unidos em 2008, a qual perdeu para Federer.

O suíço acredita que este fato ainda possa povoar a mente de Murray.

"Já que ele não venceu a primeira, acho que isso não ajuda na segunda", disse Federer.

"Ainda mais que ele vai enfrentar a mim novamente, alguém que já conquistou muitos Grand Slams antes deste e foi capaz de vencer três vezes aqui. Então, eu sei o que é preciso e como fazer para vencer, o que é, definitivamente, uma vantagem."

Nervos

Murray, de 22 anos, admitiu que estava nervoso em sua primeira final de Grand Slam, mas ele está mais experiente agora e irá lidar com a segunda de maneira muito melhor.

"Eu estava obviamente nervoso, assim como qualquer um estaria", disse ele. "Eu tive um caminho difícil até a final."

"Tudo aconteceu tão rapidamente, eu não tive tempo de me preparar para aquilo, agora, óbvio, será diferente."

"Espero jogar melhor. Tenho certeza de que jogarei."

Murray não poderia ter pedido um caminho melhor para a final de domingo, em Melbourne Park. Ele perdeu apenas um set no torneio, na semifinal contra Marin Cilic, e está em esplêndida forma.

Sua vitória sobre Nadal nas quartas-de-final foi de tirar o fôlego e conseguiu duas jogadas mágicas contra Cilic que estão entre as melhores já vistas em uma quadra de tênis.

Federer começou o campeonato de forma lenta, tendo dificuldade para derrotar seu adversário da primeira rodada, Igor Andreev, mas vem melhorando em cada partida.

Ele sobreviveu a uma difícil quarta-de-final contra Nikolay Davydenko, então foi brilhante na semifinal em que atropelou Jo-Wilfried Tsonga e parece estar alcançando o seu melhor no momento certo.

"O recorde de Roger em Grand Slams fala por si mesmo", afirmou Murray.

"Se eu for jogar contra ele, será necessário uma atuação especial para vencê-lo, mas eu sinto que posso fazer isso."

"Fisicamente, estarei muito mais descansado e só terei de jogar bem."

"Tenho um jogo que é capaz de causar problemas para Roger. Só preciso jogar o meu melhor tênis por cinco sets para vencê-lo."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below