Federer derrota Murray e mantém reinado nas quadras

domingo, 31 de janeiro de 2010 11:51 BRST
 

Por Julian Linden

MELBOURNE(Reuters) - O mestre está de volta. Roger Federer obteve seu 16 título de grand slam, seu quarto na Austrália, e seu domínio no tênis masculino não mostra sinais de estar acabando.

A longa espera dos britânicos continua. O fardo extra de 74 anos de expectativas foi demais para Andy Murray, incapaz de produzir seu melhor tênis quando faria a diferença.

O escocês foi corajoso, mas Federer foi bom demais, vencendo a final do Aberto da Austrália em 6-3, 6-4 e 7-6 em duas horas e 41 minutos. Foi mais uma aula do que uma partida de tênis.

Na cerimônia de premiação Murray rompeu em lágrimas, como fez Federer ao vencer em 2006 e no ano passado, quando perdeu para Rafael Nadal.

"Consigo chorar como Roger, pena não conseguir jogar como ele," disse Murray.

A vez dele ainda pode chegar. Ele só tem 22 anos e já disputou duas finais de grand slam, no Aberto dos EUA dois anos atrás e agora em Melbourne.

Nas duas ocasiões ele perdeu para Federer sem vencer um set, mas seus melhores anos ainda estão adiante.

"Você é bom demais para não vencer um grand slam, então não se preocupe," disse Federer.   Continuação...

 
<p>Roger Federer vence Aberto da Australia. REUTERS/Daniel Munoz</p>