Cabañas move pernas e braços, mas condição segue delicada

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010 17:01 BRST
 

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - O atacante da seleção paraguaia Salvador Cabañas moveu pernas e braços e comeu, mas seu estado de saúde ainda é delicado, disse o chefe da equipe médica que o atende no México.

Cabañas, de 29 anos e jogador do América, foi baleado na cabeça há uma semana em um incidente num bar da Cidade do México.

"Foi dado alimento normal, ele respondeu de maneira boa, tem estado mais acordado, a fala está mais fluida. Ele teve movimentos nas quatro extremidades, tem melhorado impressionantemente", disse em entrevista coletiva o neurocirurgião Ernesto Martínez, que operou o atleta.

"A evolução está melhor, inclusive ontem viu uma partida de futebol, esteve muito tranquilo e em nenhum momento foi afetada sua frequência cardíaca", completou.

O especialista disse que ainda é difícil saber quais serão as sequelas que Cabañas, que ajudou o Paraguai a se classificar para a Copa do Mundo da África do Sul, terá que enfrentar.

"Sabemos que pode mover suas extremidades voluntariamente, mas não sabemos se vai poder voltar a jogar, não sabemos com precisão o grau de sequelas que podem ficar", explicou Martínez.

Apesar do progresso que o atacante mostra em sua evolução, o neurocirurgião advertiu que o risco de morte segue latente.

"Fizemos uma nova tomografia que nos demonstra que há menor quantidade de sangue e menor inflamação (no cérebro). O risco não passou, uma infecção pode aparecer em uma semana, espero que não aconteça", disse Martínez.

(Reportagem de Carlos Calvo)

 
<p>Uma f&atilde; segura uma bandeira paraguaia escrita "For&ccedil;a Caba&ntilde;as", durante missa realizada para o atacante da sele&ccedil;&atilde;o paraguaia Salvador Caba&ntilde;as em Ypane. Caba&ntilde;as moveu pernas e bra&ccedil;os e comeu nesta ter&ccedil;a-feira, mas seu estado de sa&uacute;de ainda &eacute; delicado depois de ter levado um tiro na cabe&ccedil;a. REUTERS/Jorge Adorno 30/01/2010</p>