Árbitro sueco de polêmica com Henry vai apitar na Copa do Mundo

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010 19:04 BRST
 

JOHANESBURGO (Reuters) - O árbitro sueco Martin Hansson, que esteve envolvido na polêmica que resultou na classificação da França para a Copa do Mundo, foi incluído nesta sexta-feira na lista de 30 juizes escolhidos pela Fifa para apitar os jogos do Mundial da África do Sul.

Hansson foi criticado duramente em novembro do ano passado por não ter visto o lance em que Thierry Henry dominou a bola com a mão antes de cruzar para William Gallas marcar o gol que classificou a França para a Copa na repescagem contra a Irlanda, em Paris.

Foram escolhidos quatro trios de arbitragem da Ásia, quatro da África, quatro da Concacaf, seis da Conmebol, dois da Oceania e 10 da Europa para comandar os jogos da Copa, que acontece entre 11 de junho e 11 de julho.

O Brasil será representado pelo trio formado pelo árbitro Carlos Eugênio Simon, que vai para sua terceira Copa, e os assistentes Altemir Hausmann e Roberto Braatz.

A Fifa informou que os 30 trios de arbitragem selecionados serão submetidos a uma seminário de treinamento no próximo mês.