Maradona descarta volta de Riquelme à seleção da Argentina

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010 21:45 BRST
 

BUENOS AIRES (Reuters) - O técnico da seleção argentina de futebol, Diego Maradona, descartou nesta terça-feira a possibilidade de o habilidoso meio-campista Juan Román Riquelme voltar à equipe.

Nas últimas semanas, a imprensa local havia insinuado que Maradona poderia convocar Riquelme, indicando que o convite se daria por pressão da Associação do Futebol Argentino (AFA).

Alguns meios de comunicação especulavam que Maradona chamaria Riquelme para o jogo amistoso da quarta-feira com a Jamaica, em Mar del Plata.

Mas em uma entrevista coletiva improvisada no prédio da AFA, em Ezeiza, nos arredores de Buenos Aires, Maradona disse: "Chamei Riquelme e ele não veio. Eu adoro como Román joga e espero que volte a seu melhor nível para o Boca, que precisa dele".

Diante da insistência dos jornalistas, Maradona contestou dizendo que "é um tema encerrado".

O conflito entre Maradona e Riquelme vem desde 10 de março do ano passado, quando o jogador do Boca não aceitou a convocação depois de umas declarações de Maradona criticando seu suposto jogo lento.

Pouco depois, Riquelme renunciou à seleção pela segunda vez em sua carreira. A primeira foi depois da Copa da Alemanha, quando o jogador foi criticado por algumas atuações fracas.

(Reportagem de Ignacio Echauri)

 
<p>Foto arquivo mostra Juan Rom&aacute;n Riquelme comemorando gol pelo Boca Juniors contra Velez Sarsfield em jogo da primeira divis&atilde;o da Argentina em Buenos Aires. O t&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o argentina de futebol, Diego Maradona, descartou a possibilidade de o habilidoso meio-campista voltar &agrave; equipe. REUTERS/Marcos Brindicci 04/10/2009</p>