Schumacher diz que se sente amado na volta à F1

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010 18:51 BRST
 

JEREZ, Espanha (Reuters) - Michael Schumacher disse se sentir surpreso com o carinho que recebe dos demais pilotos, depois de provar que permanece em boa forma na segunda sessão de testes da pré-temporada, nesta quinta-feira na Espanha.

O heptacampeão mundial da Fórmula 1, que deixou a aposentadoria para pilotar para a equipe Mercedes, deu mais de cem voltas e ficou a menos de 1 segundo do melhor tempo, marcado por Kamui Kobayashi, da Sauber.

"Estou surpreso com as reações deles, todo mundo fica muito contente por eu estar de volta, mas sei que as coisas vão mudar na pista", disse o alemão de 41 anos a jornalistas.

"Eu me sinto recém-saído do boxe. Até agora é para dar o máximo de voltas e quilômetros possível, não é tanto para fazer a sintonia fina ainda."

Os tempos dos testes dizem pouco sobre como serão as corridas, pois cada carro sai com um volume diferente de combustível. Nesta temporada, o reabastecimento é proibido, de modo que todos largarão nas provas com o tanque cheio.

A recém-criada Virgin teve de suspender seu segundo dia de testes depois que a asa dianteira do carro de Timo Glock se soltou, e a equipe não tinha peças de reposição.

Fernando Alonso, da Ferrari, e o campeão mundial Jenson Button, da McLaren, voltaram a fazer tempos consistentes, alimentando as especulações de que as duas equipes se recuperaram dos problemas de 2009.

Os testes de sábado já contarão com os outros pilotos de cada equipe, inclusive Felipe Massa, na Ferrari, e Lewis Hamilton, na McLaren.

A temporada começa em 14 de março no Barein.

 
<p>O alem&atilde;o Michael Schumacher voltou &agrave; F1 como piloto da Mercedes. 11/02/2010 REUTERS/Marcelo del Pozo</p>