Lesão de Cole é duro golpe para Inglaterra no Mundial

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010 16:23 BRST
 

Por Mike Collett

LONDRES (Reuters) - Fabio Capello enfrenta seu primeiro problema por lesão como técnico da seleção da Inglaterra, a somente quatro meses da Copa do Mundo, após a ausência de Ashley Cole pelo restante da temporada devido a uma fratura no tornozelo.

A lesão do lateral-esquerdo também causou grande preocupação ao treinador do Chelsea, o italiano Carlo Ancelotti, no momento em que sua equipe luta pelo título do Campeonato Inglês.

Cole, de 29 anos, fraturou o tornozelo em um choque acidental com o atacante norte-americano do Everton Landon Donovan, na quarta-feira, no estádio Goodison Park.

Os dois jogadores deveriam se enfrentar na partida de estreia de Inglaterra e Estados Unidos na fase de grupos do Mundial da África do Sul em 12 de junho.

"São más notícias. É um jogador realmente importante. Como defensor esquerdo é muito bom e perigoso quando ataca. Espero que não seja muito duro para ele", declarou Capello a jornalistas.

Cole, convocado em 77 ocasiões pela Inglaterra, era a primeira opção de Capello para a lateral-esquerda, mas o técnico agora pode ser forçado a chamar Wayne Bridge.

Porém, essa situação é complicada devido aos problemas fora de campo que envolvem Bridge e seu ex-companheiro no Chelsea John Terry.

Terry foi substituído como capitão da Inglaterra na semana passada, depois que a imprensa divulgou uma suposta relação extraconjugal do zagueiro com a ex-mulher de Bridge, que se transferiu para o Manchester United no ano passado.

Capello tem outras opções para essa posição, entre elas os jogadores do Aston Villa Stephen Warnock ou James Milner, Leighton Baines, do Everton, ou Gareth Barry e Joleon Lescott, do Manchester City.

Cole fará uma corrida contra o tempo para chegar em forma no Mundial. A temporada inglesa termina em 9 de maio, enquanto que a final da Copa da Liga será disputada dia 15 daquele mês e a da Liga dos Campeões dia 22.