Ferguson teme experiência do Milan de Beckham

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010 18:29 BRST
 

Por Mark Meadows

MILÃO (Reuters) - A experiência será a maior arma do Milan contra o Manchester United no confronto de terça-feira pela Liga dos Campeões, disse na segunda-feira o treinador Alex Ferguson.

O heptacampeão Milan, que recebe o vice de 2009 no jogo de ida das oitavas de final, nunca perdeu para a equipe inglesa em casa nem foi eliminado por ela em jogos de ida e volta.

O time conta com atletas de grande experiência, como David Beckham e Clarence Seedorf.

Para Ferguson, essa é na sua opinião "a principal vantagem, mas temos alguma experiência também, então será um bom jogo." Ele ressaltou particularmente a experiência de Beckham.

Já Ryan Giggs, jogador mais experiente do Manchester, está afastado por lesão, assim como Nemanja Vidic.

Beckham, de 34 anos, ganhou a Liga dos Campeões pelo Manchester e ficou no clube até 2003. Ele teria dito que não pretende comemorar eventuais gols na terça-feira.

"Espero que ele não comemore mesmo," brincou Ferguson, ciente de que Beckham pode nem começar jogando.

Minimizando a saída de Beckham há sete anos, ele lamentou a perda de Cristiano Ronaldo, transferido em 2009 para o Real Madrid. "Acho que Ronaldo é o melhor jogador do mundo, mas estou influenciado. Quando se perde um grande jogador há um vazio. É preciso recuperar daí e olhar para o seu time de um modo diferente."

O atacante Wayne Roonney assumiu a responsabilidade por comandar o time, e uma boa atuação na elétrica atmosfera do San Siro pode dar ainda mais confiança ao centroavante da seleção inglesa.

"Rooney está chegando ao ponto em que é preciso considerá-lo como um dos melhores jogadores do mundo," disse Ferguson. "Do jeito que vocês escrevem sobre ele, ele deve ser Deus."

 
<p>Para o treinador do Manchester United, o time rival Milan conta com a experi&ecirc;ncia no jogo contra a equipe inglesa pela Copa dos Campe&otilde;es. 16/02/2010 REUTERS/Alessandro Bianchi</p>