Pilotos não acreditam em novo fenômeno como a Brawn

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010 15:00 BRST
 

JEREZ, Espanha (Reuters) - Os pilotos da Fórmula 1 não acreditam em um novo fenômeno como a Brawn, que atordoou a categoria no ano passado.

Ferrari, Mercedes, Red Bull e McLaren serão as forças a serem consideradas em 2010, previram eles nesta terça-feira.

No ano passado, a Brawn, que se tornou Mercedes, surgiu das cinzas da Honda para conquistar o título de construtores e ajudar Jenson Button a garantir o título de pilotos.

Entretanto, neste ano os novos "quatro grandes" parecem estar à frente do restante.

"Acho que McLaren, Mercedes e Red Bull são as equipes para as quais teremos que dar a maior atenção", disse Fernando Alonso, da Ferrari, à Sky TV italiana antes da terceira sessão de testes oficial de pré-temporada, a partir de quarta-feira em Jerez.

"É impossível escolher um, só esperamos que nenhuma das três seja competitiva".

O heptacampeão Michael Schumacher, que desistiu da aposentadoria para correr pela Mercedes, está satisfeito com o avanço de sua equipe nos testes até agora.

"Estou totalmente convencido que temos um carro que tem condições de brigar pelo campeonato", disse ele ao site oficial da Fórmula 1 (www.formula1.com).

"Onde estamos exatamente é difícil de dizer. Isso é especialmente verdade para mim, já que não tenho os dados do carro do ano passado", completou o piloto de 41 anos.   Continuação...

 
<p>Piloto Jenson Button da Brawn conduz seu carro em sess&atilde;o classificat&oacute;ria do GP de Abu Dhabi da F&oacute;rmula 1. Os pilotos da F&oacute;rmula 1 n&atilde;o acreditam em um novo fen&ocirc;meno como a Brown. REUTERS/Caren Firouz 31/11/2009</p>