Riesch vence favorita Vonn no esqui alpino em Vancouver

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 13:12 BRST
 

Por Mary Milliken

VANCOUVER (Reuters) - A alemã Maria Riesch conquistou a medalha de ouro na categoria feminina do esqui alpino combinado da Olimpíada de Inverno de Vancouver, depois que a tentativa da norte-americana Lindsey Vonn de conquistar mais um título olímpico acabou numa queda dolorosa.

Riesch, que conseguiu recuperar-se de uma prova de downhill muito ruim no dia anterior, era só sorrisos após conquistar sua primeira medalha olímpica na montanha Whistler, enquanto Vonn, que ganhou o ouro no downhill, acabou socando a neve depois da prova de slalom disputada na quinta-feira (madrugada de sexta-feira no Brasil).

O Canadá, país-sede que tem sofrido uma série de críticas por problemas de organização, teve um dia de alívio quando a patinadora Christine Nesbitt conquistou o terceiro ouro do país na prova feminina de 1.000 metros, no sexto dia de competição.

Uma nova histórica olímpica também foi escrita quando a norueguesa Tora Berger venceu a prova feminina do biatlón, conquistando a medalha de ouro número 100 de seu país na história dos Jogos Olímpicos de Inverno. A Noruega é o primeiro país a alcançar tal feito.

Outro norueguês, Emile Hegle Svendsen, rapidamente conseguiu o 101o ouro do país ao vencer o biatlón masculino de 20 quilômetros.

VONN DECEPCIONA

O dia começou com todos os olhos voltados para Vonn, após sua impressionante vitória de quarta-feira em uma prova marcada por acidentes no downhill.

A atleta dourada do esqui norte-americano, que chegou a Vancouver com uma lesão que colocou em risco sua participação nos Jogos, estava a caminho do pódio na prova combinada, mas sofreu uma queda a poucos metros da linha de chegada.   Continuação...

 
<p>A alem&atilde; Maria Riesch posa com sua medalha de ouro na cerim&ocirc;nia de entrega das medalhas do esqui alpino nas Olimp&iacute;adas de Inverno de Vancouver, em Whistler, 18 de fevereiro de 2010. Ela venceu a favorita norte-americana, Lindsey Vonn, que sofreu uma queda a poucos metros da linha de chegada. REUTERS/Leonhard Foeger</p>