Tiger Woods pede desculpas e diz não saber quando volta ao golfe

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 14:37 BRST
 

PONTE VEDRA BEACH, EUA (Reuters) - O astro do golfe mundial Tiger Woods pediu desculpas publicamente nesta sexta-feira por ter sido infiel à sua mulher, Elin, e disse que ainda não sabe quando retorna às competições.

Ele pediu "desculpas profundas" por sua "irresponsabilidade e comportamento egoísta".

"Eu fui infiel, eu tive relacionamentos, eu menti. O que eu fiz não foi aceitável e eu sou o único culpado", disse Woods em sua primeira aparição pública desde que admitiu, em dezembro, ter enganado sua esposa.

O golfista, que desde então está afastado das competições, defendeu sua mulher e negou as especulações da mídia de que tinha sido agredido pela esposa. A especulação teve origem em um estranho acidente de carro sofrido por Woods durante a noite do lado de fora de sua casa na Flórida, em novembro.

"Elin nunca me agrediu naquela noite, ou em qualquer outra noite. Nunca houve qualquer episódio de violência doméstica (em nossa família)", disse Woods, falando a jornalistas na sede da Associação dos Golfistas Profissionais (PGA, na sigla em inglês), em Ponte Vedra Beach, na Flórida.

Woods, de 34 anos, afirmou ainda que pretende retornar às competições um dia, mas ainda não sabe quando.

"Eu planejo voltar ao golfe um dia, eu apenas não sei quando será esse dia. Não descarto que seja esse ano", afirmou o golfista, um dos maiores nomes da modalidade em todos os tempos.

O atleta norte-americano disse que voltará ao centro de tratamento -- que ele não quis identificar -- a partir de sábado.

(Reportagem de Tim Gaynor)

 
<p>O golfista Tiger Woods faz sua primeira declara&ccedil;&atilde;o p&uacute;blica a jornalistas e amigos em Ponte Vedra Beach, na Fl&oacute;rida, 19 de fevereiro de 2010. Woods pediu desculpas publicamente nesta sexta-feira por ter sido infiel &agrave; sua mulher, Elin, e disse que ainda n&atilde;o sabe quando retorna &agrave;s competi&ccedil;&otilde;es. REUTERS/Joe Skipper</p>