Equipe Campos tem novo sócio majoritário e novo diretor

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 17:53 BRST
 

MILÃO (Reuters) - Colin Kolles foi nomeado na sexta-feira diretor da equipe Campos da Fórmula 1, quando um novo acionista majoritário assumiu o comando da recém-criada escuderia para tentar assegurar sua estreia na categoria no GP do Barein.

O empresário espanhol José Ramón Carabante, que já tinha participação na equipe, substituiu o ex-piloto Adrian Campos como sócio majoritário, e colocou Kolles, ex-Force India, como diretor de corridas.

"Eu gostaria de agradecer Bernie Ecclestone (dirigente comercial da F1), que trabalhou tremendamente para apoiar nossos esforços para manter a equipe viável", disse Carabante em nota.

"Toda a operação de resgate tem sido uma corrida contra o tempo, com a meta de sempre: fazer a equipe colocar dois carros competitivos no primeiro GP da temporada da F1, no Barein. Ainda temos muito trabalho duro pela frente, mas estamos animados em fazer nossa estreia na F1 e ansiosos por uma temporada competitiva."

O GP do Barein está marcado para o próximo dia 14, e até agora a Campos não testou seu carro e só tem um piloto contratado, o brasileiro Bruno Senna.

A Campos é uma das quatro equipes novatas no grid deste ano. A também estreante USF1 também não testou o carro nem escolheu o segundo piloto, gerando especulações de que não disputaria o primeiro GP.

O romeno-alemão Kolles, que já dirigiu Jordan, Midland, Spyker e Force India durante as várias encarnações dessa equipe, saiu de lá em 2009. Em nota, ele disse que a Campos precisa de mais investimentos.

"Não pude resistir a este tremendo desafio e estou muito animado por unir forças com esta nova equipe. Nos próximos dez dias vamos rever toda a operação, encontrar verbas extras (...), anunciar a escalação para 2010 no devido momento e tornar a operação viável sob a nova propriedade de José Ramón Carabante."

(Reportagem de Mark Meadows)