Schumacher diz que Mercedes ainda está fora de ritmo

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 16:05 BRT
 

BARCELONA (Reuters) - Michael Schumacher disse nesta sexta-feira que sua equipe Mercedes ainda não está no ritmo esperado, após o heptacampeão mundial ter decepcionado em mais uma sessão de treinos da pré-temporada da F1.

O também alemão Nico Hulkenberg, companheiro de Rubens Barrichello na Williams, fez a volta mais rápida do dia, à frente do espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, no segundo dia dos testes finais da pré-temporada.

"Não estamos na posição que gostaríamos de estar", disse Schumacher, de 41 anos, a repórteres.

"A questão principal agora não é ficar tão longe", acrescentou o alemão, que está retornando à categoria após três anos de aposentadoria.

Schumacher foi o sétimo mais rápido a dois dias do final dos testes oficiais em Barcelona antes da abertura da temporada, no Bahrein, em 14 de março.

A Mercedes comprou a atual campeã Brawn GP antes de recrutar Schumacher, mas os novos carros da Ferrari e da Red Bull são os que têm impressionado o paddock.

No entanto, os tempos nos testes não são tão confiáveis, já que as equipes estão testando com diferentes quantidades de combustível, dado que o reabastecimento será banido em corridas nesta temporada.

Schumacher, cuja melhor volta foi mais rápida que a do oitavo colocado Lewis Hamilton, da McLaren, não estava tão desanimado.

"Não há motivos para não falar que seremos capazes de ser competitivos no campeonato", afirmou. "É uma atmosfera muito boa (na equipe). A idade não importa. Eu não sinto o que está escrito no meu passaporte."

 
<p>Michael Schumacher, da Mercedes, durante testes da F1 em Barcelona. REUTERS/Albert Gea</p>