28 de Fevereiro de 2010 / às 18:36 / 7 anos atrás

Sob pressão, Canadá lidera tabela de medalhas

Por Julian Linden

VANCOUVER (Reuters) - O Canadá conseguiu mais três medalhas de ouro no penúltimo dia dos Jogos de Inverno no sábado, garantindo a liderança no quadro de medalhas e desencadeando comemorações ruidosas por todo o país.

É a primeira vez que o Canadá lidera a tabela em qualquer das duas Olimpíadas, fato marcado por uma virada incrível em sua sorte.

Uma semana atrás, o público clamava por uma investigação sobre o fracasso dos anfitriões em obter mais ouros, mas estes acumularam nove em seis dias e passaram adiante de seus rivais, ensejando uma onda de patriotismo.

"Todos estavam preocupados que não conseguíssemos uma medalha de ouro em casa. Sair com o maior número de ouros é o oposto disso", disse Lucas Makowsky, membro da equipe de perseguição de patinação de velocidade masculina canadense que obteve ouro.

"É incrível para os atletas canadenses e nosso universo esportivo em geral."

O snowboarder Jasey Jay Anderson venceu o slalom gigante paralelo e a equipe masculina de curling também conquistou a final, elevando o saldo de medalhas da nação-sede para o recorde de 13 faltando somente duas competições neste domingo antes da cerimônia de encerramento.

A Alemanha venceu a final feminina de perseguição de patinação de velocidade e continua na segunda colocação com dez ouros, e os EUA obtiveram seu nono ouro no bobsleigh para garantir o maior número de medalhas no total.

TREM NOTURNO

Os norte-americanos levaram o ouro no chamado "trem noturno", o time de bobsleigh liderado por Steve Holcomb, o primeiro triunfo dos EUA na modalidade desde 1948. A Alemanha ficou em segunda e o Canadá em terceiro.

O Canadá derrotou os EUA em uma prova apertada na final masculina de perseguição de patinação de velocidade, deixando a Holanda com o bronze.

Os anfitriões em seguida bateram a Noruega na final masculina do curling, o último ouro decidido no sábado, e a Suíça levou o bronze.

O total canadense de 13 medalhas de ouro iguala a maior marca já obtida por um país em uma Olimpíada de Inverno depois que a ex-União Soviética conquistou esse número em Innsbruck em 1976 e a Noruega em Salt Lake City em 2002.

O Canadá estabelecerá uma nova marca conquistando qualquer dos dois ouros em disputa neste domingo, o cross-country de esqui de 50 quilômetros e a final masculina do hóquei.

A final entre Canadá e EUA neste domingo, a última competição do evento, promete o final perfeito para uma nação-sede que já superou seus sonhos mais ousados.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below