Cobertura da mídia de Sochi 2014 sofre pressão do Kremlin--ONG

terça-feira, 2 de março de 2010 09:54 BRT
 

Por Conor Humphries

MOSCOU (Reuters) - O governo da Rússia está pressionando a imprensa local a divulgar as opiniões do Kremlin quanto aos preparativos para a Olimpíada de Inverno de 2014, impedindo a cobertura de problemas ambientais e sociais, segundo a entidade Repórteres Sem Fronteiras.

Vancouver, sede do evento neste ano, entregou no domingo a bandeira olímpica ao prefeito de Sochi, balneário russo no mar Negro, chamando a atenção para os preparativos russos, criticados por entidades ambientais e de direitos humanos.

A ONG parisiense disse que os problemas estão sendo agravados pela pressão das autoridades sobre a mídia local para esconder as dificuldades.

"As autoridades estão assegurando que não haja discussões relativas a quaisquer arranjos para os Jogos Olímpicos", disse à Reuters na terça-feira Andrei Ballin, coautor de um novo relatório sobre o tema. "Na mídia local não há menção a este debate."

Um porta-voz das autoridades regionais de Sochi disse que elas não comentariam o relatório.

Os Jogos de Sochi são vistos como um projeto pessoal do primeiro-ministro Vladimir Putin, político mais poderoso da Rússia. O governo prometeu 12 bilhões de dólares em investimentos públicos e privados para preparar a cidade.

Em Vancouver, a Rússia terminou com um modesto 11o lugar no quatro de medalhas, depois de obter apenas 3 ouros e um total de 15 pódios.

De acordo com o relatório, as autoridades regionais usam o controle sobre as finanças e o credenciamento para manter os veículos de comunicação na linha, e eventualmente as autoridades intervêm diretamente nas decisões editoriais. O texto afirma que a imprensa local acaba sendo "coagida a apoiar a política do Kremlin de 'Jogos a qualquer custo.'"   Continuação...

 
<p>Delega&ccedil;&atilde;o russa, anfitri&atilde; da pr&oacute;xima Olimp&iacute;ada de Inverno em Sochi em 2014, participa da cerim&ocirc;nia de encerramento dos Jogos de Inverno em Vancouver. O governo russo est&aacute; pressionando para impedir a cobertura de problemas ambientais e sociais nos preparativos para os pr&oacute;ximos Jogos, segundo a entidade Rep&oacute;rteres Sem Fronteiras. 28/02/2010 REUTERS/Jerry Lampen</p>