Cabañas deixa hospital após ser baleado na cabeça

terça-feira, 2 de março de 2010 18:31 BRT
 

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - O atacante da seleção paraguaia Salvador Cabañas deixou nesta terça-feira o hospital onde se recuperava depois de ser baleado na cabeça, o que o deixou à beira da morte por vários dias.

Cabañas, de 29 anos, jogador do clube mexicano América, foi baleado na cabeça em 25 de janeiro em um incidente num bar da Cidade do México.

"Após a realização da avaliação do dia de hoje (terça-feira) o médico (Ernesto) Martínez determinou que Salvador Cabañas se encontrava em condições de deixar o hospital para iniciar com a etapa seguinte de sua recuperação", informou o América em comunicado.

Martínez foi o médico que operou Cabañas. Ele não conseguiu extrair a bala da cabeça do atacante, o que, de acordo com o especialista, não representaria um obstáculo para que Cabañas voltasse aos gramados.

"Salvador se encontra em uma clínica de reabilitação para continuar com o processo que o doutor Martínez recomendou", completou o clube.

A polícia continua buscando o agressor de Cabañas, que ajudou o Paraguai a se classificar para a Copa do Mundo da África do Sul, onde a equipe integrará o Grupo F junto com Itália, Nova Zelândia e Eslováquia.

(Reportagem de Carlos Calvo)