Torcida da França vaia capitão Henry

quinta-feira, 4 de março de 2010 08:10 BRT
 

PARIS (Reuters) - O capitão da seleção francesa, Thierry Henry, disse que compreendia porque recebeu vaias repetidas da torcida durante a derrota de sua equipe por 2 x 0 para a Espanha num amistoso de preparação para a Copa do Mundo, na quarta-feira, no Stade de France.

A França, em seu primeiro jogo desde a infame mão na bola de Henry contra a Irlanda na repescagem da Copa do Mundo, no mesmo estádio, em novembro, não teve chance contra a seleção espanhola atual campeã da Europa e o capitão francês foi o principal alvo da torcida, antes mesmo dos visitantes abrirem o marcador.

"É a mesma história de sempre e essa não foi a primeira vez que passei por esse tipo de situação no Stade de France", disse Henry, de 32 anos, a repórteres.

"Eu compreendo que as pessoas queriam que a gente jogasse bem contra a Espanha e, quando você não joga bem, você pode esperar as vaias. Não sei se eu mereci, mas não há nada que eu possa fazer."

O técnico Raymond Domenech, defensor ferrenho de Henry até a noite de quarta-feira, demonstrou preocupação com o atual momento do maior artilheiro da história da seleção francesa.

"Claro, todo mundo sabe que Titi já jogou melhor no passado e é óbvio que está se tornando um problema para ele disputar grandes jogos como esse, já que ele tem atuado menos (no Barcelona)", disse Domenech, o único mais vaiado que Henry pela torcida francesa.

(Reportagem de Bertrand Boucey e Dimitri Rahmelow)

 
<p>Henry cai durante partida contra Espanha. O capit&atilde;o da sele&ccedil;&atilde;o francesa, Thierry Henry, disse que compreendia porque recebeu vaias repetidas da torcida durante a derrota de sua equipe por 2 x 0 para a Espanha num amistoso de prepara&ccedil;&atilde;o para a Copa do Mundo, na quarta-feira, no Stade de France.03/03/2010.REUTERS/Charles Platiau</p>