Bernie Ecclestone pede para que indianos apoiem Chandhok

sábado, 6 de março de 2010 13:05 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O principal executivo da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, pediu para que a Índia apoie Karun Chandhok e a nova equipe HRT, na estréia em grandes prêmios no próximo final de semana em Bahrain.

Chandhok, que foi anunciado como o piloto da HRT há menos de uma semana, vai se tornar o segundo indiano a competir na Fórmula 1. O primeiro foi Narain Karthikeyan, que competiu pela equipe Jordan em 2005.

"Estou muito feliz em ver Karun finalmente conquistar o seu lugar na Fórmula 1," disse, em nota oficial, o executivo de 79 anos. "Sei que tudo foi decidido no último minuto, mas o mais importante é que ele está na competição com uma equipe que pode dar estabilidade e oportunidade de aprender," acrescentou.

O executivo acredita que Karun vai precisar de várias corridas para mostrar o seu potencial. "Desejo o melhor para ele e estou ansioso para ver como a mídia e a população da Índia vão apoiá-lo neste ano," disse.

O Grande Prêmio da Índia deve acontecer em 2011 e Ecclestone ressaltou que a entrada de Chandhok é um passo lógico para o país.

"Nós temos uma equipe indiana na F1 e nós teremos um Grande Prêmio na Índia graças ao Jaypee Group em 2011. Então, é natural termos um piloto indiano competido na Fórmula 1," concluiu.