China prende 4 árbitros por manipulação de resultados

segunda-feira, 8 de março de 2010 08:55 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - Quatro árbitros chineses de primeiro escalão, incluindo um juiz que esteve na Copa do Mundo de 2002, foram detidos para interrogatórios como parte de uma investigação sobre manipulação de resultados no futebol, informou a imprensa estatal na segunda-feira.

O jornal Global Times os identificou como sendo Lu Jun, que apitou a Copa de 2002 e agora está aposentado; Huang Junjie, que está no quadro da Fifa desde 1998; Shen Huangying, que atua no futebol feminino; e Zhou Weixin, de Guangdong.

O presidente da Federação Chinesa de Futebol, Nan Yong, e o chefe da comissão de arbitragem, Zhang Jianqiang, já haviam sido detidos na semana passada por causa do escândalo, que envolveu também mais de outras 20 pessoas.

Lu, de 50 anos, foi apelidado de "apito de ouro" por sua suposta integridade, depois do escândalo apelidado de "apitos negros", no começo da década de 2000.

Há oito anos, na Copa de 2002, ele apitou as partidas Polônia x EUA e Croácia x México.

(Reportagem de Nick Mulvenney)