Inglaterra tem poucas chances de vencer a Copa, diz ex-jogador

domingo, 21 de março de 2010 11:58 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O vencedor da Copa do Mundo pela Inglaterra Martin Peters disse que tem dúvidas sobre a possibilidade de a Inglaterra acabar com o jejum de 44 anos sem vencer a competição, conquistando a Copa na África do Sul, em julho.

Peters, que marcou o segundo gol na vitória de 4 x 2 contra a Alemanha Ocidental na final de 1966, disse que está preocupado com a defesa da seleção e acredita que se os adversários anularem o atacante Wayne Rooney, a seleção do país terá problemas.

"Acho que será difícil. Temos muitos problemas... especialmente na defesa. Nós não temos um goleiro como Gordon Banks," disse o ex-jogador ao jornal Independent neste domingo.

"Acredito que Robert Green vai assumir a vaga de David James no gol."

"Já Glen Johnson ficou muito tempo machucado e é mais um jogador de ataque do que defensivo. Há a contusão no joelho de Ashley Cole e a toda a questão sobre o Wayne Bridge. E Rio Ferdinand tem problemas com as suas costas," disse.

O ex-jogador também reclamou do ataque da seleção. "As perspectivas não são as melhores. Sem querer desrespeitar Emile Heskey, mas ele jogou mais de 50 partidas pela seleção e marcou sete gols. Ele corre muito e trabalha pelo time... mas se você é atacante precisa marcar mais, não?," acrescentou.

Peter também destacou que o treinador italiano Fabio Capello lembra Alf Ramsey, o técnico vencedor da Copa do Mundo pela Inglaterra quando ele era jogador. "Capello me lembra de Alf na maneira como ele lida com o trabalho. Você não tem espaço para bobagens quando ele está no comando. Ele parece ter uma postura para o trabalho que é melhor do que os treinadores anteriores e isso gera respeito nos jogadores. Ninguém vai sair da linha com ele, tenho certeza," concluiu Peters.

A Inglaterra joga contra os Estados Unidos, Argélia e Eslovênia pelo grupo C na próxima Copa do Mundo, que começa em junho próximo.