Sevilla demite técnico Jimenez; Aragonés negocia

quarta-feira, 24 de março de 2010 12:13 BRT
 

MADRI (Reuters) - O ex-técnico da Espanha Luis Aragonés aceitou iniciar uma negociação com o Sevilla para voltar ao clube espanhol como técnico no lugar de Manolo Jimenez, que foi demitido após o empate em casa por 1 x 1 contra o Xerez na terça-feira.

Aragonés, de 71 anos, que levou a Espanha ao título da Euro 2008 e já foi técnico do Sevilla nos anos 1990, disse ao jornal esportivo As que havia concordado encontrar-se com o presidente do clube, José Maria del Nido, para discutir um contrato.

"Del Nido me ligou esta manhã e eu vou comer com ele", disse Aragonés ao site do jornal. "Estou animado com a possibilidade de treinar e vou ouvir o que o Sevilla vai me oferecer", acrescentou.

O diretor esportivo do Sevilla Ramon Rodríguez disse mais cedo nesta quarta-feira que o clube esperava anunciar seu novo treinador ainda nesta quarta-feira. Segundo o As, o acordo seria até o final da temporada.

O clube não pôde ser encontrado para comentar.

O Sevilla, finalista da Copa do Rei, foi eliminado de forma inesperada da Liga dos Campeões pelo CSKA Moscou na semana passada, e um empate na terça-feira contra o Xerez a levou à sétima partida sem vitórias em todas as competições que disputa.

"A diretoria do Sevilla FC demitiu Manolo Jimenez na noite de terça-feira", informou o clube em seu site da Internet (www.sevillafc.es).

O treino de quarta-feira será conduzido pelos preparadores físicos Ramon Orellana e Ignácio Oria enquanto a diretoria decide quem será o novo técnico.

Os andaluzes estão em quinto lugar no Campeonato Espanhol com 45 pontos, um atrás do Real Mallorca, equipe que ocupa a quarta colocação, a última que dá vaga para a Liga dos Campeões da próxima temporada. O Mallorca enfrenta o Racing Santander nesta quarta-feira.   Continuação...

 
<p>T&eacute;cnico Manolo Jimenez do Sevilla participa de treino de sua equipe em Bucareste em novembro. Jimenez foi demitido depois que o clube empatou em casa por 1 x 1 contra o Xerez na ter&ccedil;a-feira. 23/11/2009 REUTERS/Bogdan Cristel</p>