Bondinho de estádio da Copa fica emperrado no alto

quarta-feira, 24 de março de 2010 14:11 BRT
 

JOHANESBURGO (Reuters) - O governo de Durban recebeu um prazo de 60 dias para garantir a segurança do bondinho que atravessa a cobertura do estádio Moses Mabhida, após um defeito ocorrido na arena da Copa do Mundo, disse a agência de notícias SAPA nesta quarta-feira.

O estádio é um dos mais bonitos entre os 10 que serão utilizados na Copa do Mundo entre 11 de junho e 11 de julho na África do Sul, e será palco de uma semifinal.

O bondinho pode levar até 20 visitantes ao longo do arco de 106 metros de altura e 350 metros de comprimento no alto do estádio com capacidade para 70.000 pessoas. Lá de cima pode-se ver a cidade e o Oceano Índico.

"A prefeitura recebeu uma notificação e recebeu 60 dias para melhorar os itens identificados durante a inspeção", disse o chefe do departamento de inspeção, Thobile Lamati, segundo a SAPA.

A agência disse que Lamati visitou o estádio após notícias na imprensa e reclamações do público de que o bondinho ficou travado durante uma visita.

O jornal Times disse esta semana que uma mulher de 63 anos desmaiou enquanto tentava descer os 550 degraus até o chão após o carrinho ter ficado parado no alto.

(Reportagem de Gordon Bell)