Problemas de Hamilton continuam em Melbourne

sábado, 27 de março de 2010 12:21 BRT
 

Por Ian Ransom

MELBOURNE (Reuters) - As atribulações de Lewis Hamilton continuaram neste sábado, em que o campeão do mundo de 2008 ficou fora da terceira sessão classificatória do Grande Prêmio da Austrália um dia após ter problemas com a polícia por condução perigosa.

O britânico teve sua Mercedes confiscada na noite de sexta-feira depois de perder a tração dos pneus traseiros aos olhos da polícia em um cruzamento na saída do circuito. Ele deve ser acusado de uso "impróprio" de um veículo motorizado.

O piloto de 25 anos, cuja última visita à pista de Melbourne foi o catalisador do escândalo em que foi julgado por enganar deliberadamente os fiscais de pista, largará na 11A posição na corrida de domingo.

Martin Whitmarsh, chefe da McLaren, disse aos repórteres que seu piloto pode ter sido distraído pelo incidente de sexta-feira, mas Hamilton minimizou isso.

"Não estava distraído... hoje certamente não foi fácil", disse ele à imprensa ao lado de Whitmarsh.

Após sua vitória em 2008 a caminho de se tornar o mais jovem campeão da modalidade, as experiências de Hamilton em Melbourne têm sido marcadas pela controvérsia.

Sua defesa do título descambou em escândalo no ano passado, quando ele foi desclassificado do GP da Austrália depois de ser colocado na terceira posição pelos fiscais de pista.

O britânico está sem empresário desde que encerrou a relação profissional com seu pai, que o conduziu ao título mundial e cuidava de sua carreira desde que ele tinha oito anos de idade.

Hamilton, que chegou em terceiro no Barein 15 dias atrás, rejeitou a ideia de que o rompimento com seu pai esteja influenciando seu rendimento.

 
<p>O piloto brit&acirc;nico Lewis Hamilton, da McLaren, ficou fora da terceira sess&atilde;o classificat&oacute;ria do Grande Pr&ecirc;mio da Austr&aacute;lia. 27/03/2010 REUTERS/Mark Horsburgh</p>