28 de Março de 2010 / às 12:14 / 7 anos atrás

Acerto na hora de pitstop dá vitória a Button na Austrália

<p>Atual campe&atilde;o mundial de F&oacute;rmula 1, o piloto brit&acirc;nico Jenson Button, da McLaren, venceu em um chuvoso Grande Pr&ecirc;mio da Austr&aacute;lia neste domingo. 28/03/2010Mick Tsikas</p>

Por Ian Ramsom

MELBOURNE (Reuters) - O atual campeão mundial de Fórmula 1, Jenson Button, foi preciso na escolha do momento de sua parada nos boxes para conquistar sua primeira vitória na McLaren em um chuvoso Grande Prêmio da Austrália neste domingo.

O britânico, que já havia vencido em Melbourne no ano passado com a Brawn GP, assumiu a liderança da prova quando o pole position, o alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, saiu da pista por problemas nos freios.

"É muito bom... Fantástico trabalho, rapazes, acho que fomos perfeitos naquele pitstop", gritou Button, que fez uma troca antecipada para colocar pneus slick em seu McLaren, à equipe pelo rádio logo após cruzar a linha de chegada pouco mais de 12 segundos à frente do segundo colocado Robert Kubica, da Renault..

"Foi o momento certo. Trabalho fantástico, essa é uma grande forma de começar o ano."

O polonês Kubica terminou com vantagem confortável para o terceiro colocado, o brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, que terminou à frente do companheiro de equipe Fernando Alonso, após uma rodada do carro do espanhol que o deslocou para a última posição e o obrigou a se recuperar na prova para terminar em quarto.

Começando a prova na pista molhada, Button foi o primeiro a ir aos boxes trocar os pneus e pareceu ter escolhido mal, pois deslizou para a caixa de brita. Mas bastou uma volta para ele se recompor, já que a pista secou.

"Ele pediu a troca de pneus", disse Martin Whitmarsh, chefe de equipe da McLaren, após uma corrida cheia de ultrapassagens que espantou o medo de tédio causado pela prova de início de temporada no Barein duas semanas atrás.

VETTEL AZARADO

Depois de garantir a primeira fila, a Red Bull novamente viu sua corrida desandar quando Vettel saiu na 26a volta e o australiano Mark Webber colidiu com a McLaren de Lewis Hamilton na penúltima volta lutando pela quinta colocação.

"Vi algumas fagulhas saindo do pneu dianteiro esquerdo", disse Vettel, que perdeu a vitória largando na pole no Barein por uma falha mecânica, aos repórteres de TV.

"Não sabíamos o que era, queríamos ir para os boxes naquela volta."

"Algumas curvas antes eu senti vibrações fortes aumentando ao me aproximar da curva 13... assim que freei, o disco de freio pareceu estourar."

O pneu dianteiro esquerdo de Button atingiu o direito de Alonso após a primeira curva, fazendo o espanhol rodar a pista, bater em Michael Schumacher, da Mercedes, e quebrar a asa dianteira do alemão, forçando uma parada não programada.

Webber, que esperava se tornar o primeiro australiano a vencer em casa, terminou em nono em uma corrida que liderou brevemente antes de ficar para trás e ter que lutar por cada posição.

Hamilton ficou na cola de Kubica e poderia ter conseguido uma dobradinha para a McLaren, ou até vencido, se sua equipe não o tivesse chamado para uma equivocada segunda troca de pneus.

"Acho que fiz uma das melhores provas de minha vida", disse ele à BBC. "Infelizmente, graças à estratégia eu voltei muito atrás e fui ultrapassado por Mark Webber."

"Honestamente, acho que dei o máximo hoje e merecia mais do que acabei conseguindo", acrescentou o piloto de 25 anos.

O britânico, envolvido em um escândalo em Melbourne no ano passado, largou em 11a e virou manchete na sexta-feira ao ser parado pela polícia e ter sua Mercedes apreendida pelo que ele descreveu como uma condução muito exuberante na saída do circuito.

O heptacampeão Schumacher cruzou em décimo com sua Mercedes após ser ultrapassado logo na primeira curva.

Rubens Barrichello, da Williams, terminou a prova com a oitava posição. Bruno Senna, da HRT, e Lucas Di Grassi, da Virgin, não completaram a prova.

Só 14 carros terminaram a corrida, em que a chuva intermitente fez da troca de pneus e do tempo nos boxes fatores cruciais no irregular circuito de rua.

O safety car fez uma entrada precoce quando o Sauber do japonês Kamui Kobayashi ricocheteou em uma barreira na sexta curva da primeira volta, batendo na Williams do alemão Nico Hulkenberg.

O incidente também forçou a saída da Toro Rosso de Sebastien Buemi.

O bicampeão Alonso, que venceu em sua estreia na Ferrari no Barein, permanece no topo da tabela com 37 pontos, seguido por Massa com 33 e Button com 31 pontos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below