CSKA pede à Uefa para jogar de luto por vítimas de ataques

terça-feira, 30 de março de 2010 12:11 BRT
 

Por Gennady Fyodorov

MOSCOU (Reuters) - O CSKA Moscou pediu permissão à Uefa nesta terça-feira para usar faixas pretas nos braços dos jogadores na partida de quarta-feira da Liga dos Campeões contra a Inter de Milão, em homenagem às vítimas das duas explosões que deixaram dezenas de mortos em Moscou.

Autoridades de Moscou declararam uma dia de luto oficial nesta terça-feira em decorrência dos ataques da véspera que deixaram ao menos 39 mortos.

As bandeiras nacionais estavam hasteadas a meio mastro, enquanto instituições culturais, estações de TV e rádio cancelavam programas e atividades de entretenimento.

O presidente russo, Dmitry Medvedev, também cancelou a recepção no Kremlin nesta terça-feira aos medalhistas das Paraolimpíadas de Vancouver no mês passado.

"Isso é realmente uma tragédia", disse o técnico Leonid Slutsky a repórteres em Milão, onde sua equipe está concentrada para a partida de ida das quartas-de-final contra os campeões italianos.

"Todos sentimos a angústia. Não é apenas Moscou, é uma tragédia para toda a Rússia. Todos nós esperamos que coisas tão terríveis e sem sentido não aconteçam novamente."

O time de basquete do CSKA Moscou, campeão russo, disse que também usariam faixas pretas no braço nas quartas-de-final da Euroliga contra o Caja Laboral, na Espanha, nesta terça-feira, em memória às vítimas.