Cuba faz "reestruturação" esportiva para Pan-Americano de 2011

terça-feira, 30 de março de 2010 16:30 BRT
 

HAVANA (Reuters) - Cuba realizou uma "reestruturação" de seu esporte com o reparo de instalações esportivas deterioradas melhoria na escolha de talentos, de olho nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara 2011, no México, disse a imprensa oficial nesta terça-feira.

Cuba, que perdeu terreno nas competições esportivas devido a problemas de financiamento e deserções de atletas, espera manter-se atrás apenas dos Estados Unidos no quadro de medalha dos Jogos Pan-Americanos de 2011.

"As autoridades esportivas da ilha estão imersas em um amplo processo de reestruturação", disse o jornal oficial Granma, citando o presidente do Comitê Olímpico Cubano, José Ramón Fernández, sem dar mais detalhes.

Entre as mudanças estão reformas de centros de treinamentos e uma melhor escolha dos atletas que ingressam na vasta rede de escolas esportivas e centros de alto rendimento da ilha.

Cuba considera seu esporte uma conquista do sistema socialista.

Entretanto, uma série de deserções enfraqueceram as possibilidades do país, principalmente no boxe e no beisebol.

Os atletas cubanos voltaram dos Jogos Olímpicos de Pequim 2008 com apenas duas medalhas de ouro, sete a menos que em Atenas 2004.

"O movimento esportivo da ilha deve seguir respondendo aos interesses patrióticos e (...) trabalhar na formação político-ideológica de cada um de seus expoentes", disse Fernández, que também é vice-presidente do Conselho de Ministros cubano.

Cuba abriu mão de participar este ano dos Jogos Centroamericanos e do Caribe, em Mayaguez, argumentando que Porto Rico, um Estado Livre Associado aos EUA, não ofereceu garantias de segurança aos atletas cubanos.   Continuação...