Alonso: corrida na Malásia foi a mais difícil da minha carreira

domingo, 4 de abril de 2010 14:25 BRT
 

Por John O'Brien

SEPANG, Malásia (Reuters) - Ao comentar sobre o Grande Prêmio da Malásia de Formula 1, Fernando Alonso disse que a corrida foi a mais difícil da sua vida. O espanhol, que abandonou a prova na penúltima volta com problemas mecânicos no carro, perdeu a liderança do campeonato para o seu companheiro de equipe Felipe Massa.

Alonso enfrentou durante toda a prova Jenson Button, o campeão da última temporada, mas não conseguiu roubar a oitava colocação do piloto inglês. Massa terminou em sétimo.

A corrida teve dobradinha da Red Bull com a vitória de Sebastian Vettel e Mark Webber em segundo lugar. Por conta de problemas na corrida classificatória do sábado, Ferrari e McLaren não conseguiram entrar em condições de vencer a corrida.

"Na volta de abertura, a minha caixa de câmbio quebrou e eu não tinha marchas durante a prova. Eu tive que brecar de maneira muito estranha," disse Alonso, que começou a prova na 19a posição. "Esta foi a corrida mais difícil da minha carreira, pois eu tive que improvisar de várias formas. Ainda assim, estive perto de conseguir alguns pontos, mas não foi possível por conta do problema no motor," contou.

O piloto espanhol, que já foi campeão duas vezes da modalidade, venceu no Grande Prêmio do Bahrain e ficou em quarto na corrida em Melbourne na semana passada. Mesmo com o resultado ruim na Malásia, Alonso tentou olhar para a situação de maneira positiva.

"Se a caixa de câmbio e o motor vão quebrar, é melhor isso acontecer quando você está em nono. Se você está liderando e isso acontece, perder 25 pontos é muito pior," disse.

Já Massa fez uma boa corrida de recuperação e, após largar na 21a posição, conseguiu seis pontos na prova. Ainda assim, o brasileiro disse que a Ferrari precisa melhorar se pretende ficar na frente dos rivais. "Conseguimos marcar alguns pontos, o que é sempre importante em uma corrida que podíamos ter saído sem nada," afirmou. Ele acrescentou: "Nós precisamos trabalhar mais para garantir que não se repita o que aconteceu no treino de classificação e precisamos melhorar o carro a cada prova. A Red Bull está muito forte e a McLaren também."

Sobre a liderança, o brasileiro disse: "É muito bom estar na frente, mas ainda temos 16 corridas pela frente e precisamos melhorar. Tudo pode mudar."

 
<p>Alonso pilota na Mal&aacute;sia. Ao comentar sobre o Grande Pr&ecirc;mio da Mal&aacute;sia de Formula 1, Fernando Alonso disse que a corrida foi a mais dif&iacute;cil da sua vida. O espanhol, que abandonou a prova na pen&uacute;ltima volta com problemas mec&acirc;nicos no carro, perdeu a lideran&ccedil;a do campeonato para o seu companheiro de equipe Felipe Massa.04/04/2010.REUTERS/Vivek Prakash</p>