Jogadores espanhóis ameaçam greve por falta de pagamento

segunda-feira, 5 de abril de 2010 17:11 BRT
 

BARCELONA (Reuters) - O sindicato de jogadores de futebol da Espanha (AFE) ameaçou entrar em greve devido ao não pagamento de salários. A paralisação afetaria partidas das quatro principais divisões do país entre 16 e 19 de abril.

O AFE informou em comunicado nesta segunda-feira que gostaria de continuar com as negociações com o conselho de esportes, a federação de futebol e a liga profissional para acertar um "grande pacto para o futebol espanhol" que satisfaça as demandas dos jogadores.

O sindicato disse que se não for fechado um acordo, todos os jogadores das quatro principais divisões farão uma greve nos jogos programados para 16 a 19 de abril, e não descarta mais ações.

Sob o comando do novo presidente Luis Rubiales, o AFE está agindo de maneira mais ativa para ajudar atletas que têm dinheiro a receber de clubes financeiramente abalados, especialmente os da terceira e quarta divisões do futebol espanhol.

A greve afetaria os confrontos do líder do Campeonato Espanhol Real Madrid contra o terceiro colocado Valencia e do atual campeão Barcelona diante do rival Espanyol, entre outros.

O sindicato disse que a maioria dos jogadores apoia o comunicado desta segunda-feira.

(Reportagem de Iain Rogers)