Cabañas irá de qualquer maneira à África do Sul, diz empresário

sexta-feira, 9 de abril de 2010 16:08 BRT
 

ASSUNÇÃO (Reuters) - O atacante paraguaio Salvador Cabañas irá à África do Sul para acompanhar a Copa do Mundo mesmo que seja como qualquer outro espectador, disse nesta sexta-feira o empresário do jogador, que foi baleado na cabeça no fim de janeiro.

O atacante do América do México e artilheiro da seleção paraguaia está numa clínica de reabilitação em Buenos Aires, na Argentina, se recuperando do ataque, ocorrido em um bar da capital mexicana que o deixou perto da morte.

Seu representante José María González disse que Cabañas "de alguma maneira" sabia que estaria fora do Mundial devido às suas dificuldades e ao pouco tempo restante para o início do campeonato, em 11 de junho.

O empresário disse que, embora não tenha discutido o plano com a Associação Paraguaia de Futebol (APF), o jogador incentivará a equipe, mesmo que das arquibancadas.

"Os fãs querem vê-lo. Estaremos lá com sua mulher e seu filho, incentivando o Paraguai (...) estamos planejando e preparando esta viagem", disse González à uma rádio do Paraguai.

Dirigentes da APF visitaram recentemente o número 10 da seleção na capital argentina e comemoraram sua rápida recuperação, mas evitaram comentar qualquer possibilidade de que integrasse a seleção que irá à África do Sul, sob o argumento de que a prioridade é a saúde do jogador.

Cabañas é um dos ídolos da seleção e foi peça importante nas eliminatórias que classificaram o Paraguai em terceiro lugar para a Copa, atrás de Brasil e Chile.

A seleção integra o Grupo F da primeira fase do Mundial, junto de Itália, Nova Zelândia e Eslováquia.

(Reportagem de Daniela Desantis)

 
<p>Atacante paraguaio Salvador Caba&ntilde;as, durante jogo do Am&eacute;rica do M&eacute;xico, antes de ser baleado na cabe&ccedil;a na capital mexicano, no fim de janeiro. 17/01/2010 REUTERS/Henry Romero</p>