Torcedores ameaçam e roubam jogadores na Argentina

sábado, 10 de abril de 2010 14:53 BRT
 

BUENOS AIRES (Reuters) - Um grupo de torcedores do clube Sportivo Italiano, da segunda divisão do futebol argentino, ameaçou com armas os jogadores e roubou seus uniformes depois de criticá-los por terem sido rebaixados no campeonato.

O incidente aconteceu na sexta-feira depois que os atletas terminaram seu treinamento e permaneceram em seu estádio para a partida do sábado contra o Olimpo de Bahia Blanca.

O presidente do Italiano, Salvador D'Antonio, se queixou da impunidade da qual, disse ele, tais torcedores tiram proveito. "Tenho 15 anos de clube e jamais tive um problema como este. Esses torcedores não têm ideia do que é ganhar o pão trabalhando todos os dias, há uma impunidade total e eles se aproveitam", disse D'Antonio ao jornal esportivo Olé.

O clube Sportivo Italiano está localizado a 500 metros do campo de treinamento da seleção argentina, em Ezeiza, cerca de 40 quilômetros a oeste de Buenos Aires.

O jogadores, que ficaram perplexos quando um dos agressores pôs uma arma na cabeça do atacante Gustavo Britos, se reuniram com Sergio Marchi, secretário-geral da Agremiação de Jogadores Argentinos, para decidir os passos a seguir.

(Reportagem de Luis Ampuero)