FIA reverte suspensão e Briatore poderá voltar à F1 após 2012

segunda-feira, 12 de abril de 2010 15:56 BRT
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) concordou nesta segunda-feira em reverter a proibição perpétua imposta ao ex-diretor de equipe Renault Flavio Briatore e permitiu que ele retorne à Fórmula 1 após 2012.

A FIA afirmou em comunicado ter chegado a um acordo para encerrar um processo judicial contra o multimilionário italiano.

Briatore e o ex-chefe de engenharia da Renault Pat Symonds, cuja suspensão de cinco anos também foi reduzida, foram punidos em setembro do ano passado por armar o resultado do Grande Prêmio do Cingapura de 2008, quando mandaram o piloto brasileiro Nelsinho Piquet bater de propósito contra um muro.

No comunicado, a entidade disse que ambos reconheceram "suas parcelas de responsabilidade pelo acidente deliberado" em Cingapura, expressaram arrependimentos e se desculparam.

"Eles se comprometeram em abster-se de qualquer papel operacional na Fórmula 1 até 31 de dezembro de 2012, bem como em todas as outras competições registradas nos calendários da FIA até o final da temporada de 2011", afirmou.

"Eles também abandonaram toda a publicidade e medidas financeiras resultantes do julgamento de 5 de janeiro, bem como qualquer outra ação contra a FIA sobre este assunto."

O conselho da FIA baniu-os da Fórmula 1 após decidir que ambos participaram da decisão de mandar Nelsinho bater, acionando o safety car para ajudar o seu então colega de equipe, Fernando Alonso, a vencer a corrida.

Uma corte francesa derrubou a suspensão de Briatore em janeiro, e ordenou indenização de 15.000 euros -- ele havia pedido 1 milhão de euros por danos. A FIA prometeu apelar.   Continuação...

 
<p>Ex-diretor de equipe Renault, Flavio Briatore, poder&aacute; retornar &agrave; F&oacute;rmula 1 ap&oacute;s a FIA reverter sua suspens&atilde;o perp&eacute;tua. REUTERS/Johannes Eisele</p>