Leonardo não está seguro de que permanecerá no Milan--Galliani

domingo, 18 de abril de 2010 14:39 BRT
 

ROMA (Reuters) - O técnico do Milan, o brasileiro Leonardo, pode deixar o clube por questões familiares, mas o presidente-executivo Adriano Galliani está confiante de convencer o ex-jogador a permanecer no cargo.

O Milan perdeu por 2 a 1 da Sampdoria no domingo, reduzindo as esperanças de lutar pelo título do Italiano.

A mídia tem reportado especulações de que o novato técnico está insatisfeito com o presidente do clube, Silvio Berlusconi, sobre a política econômica de transferências.

"Não há problemas sobre compras, o que acontece é que ele tem três crianças no Rio e cedo ou tarde vai voltar ao Brasil", afirmou.

"Mas eu acho que eu posso convencê-lo a ficar na Itália."

Leonardo, que não teve experiência prévia como treinador, assumiu o cargo após Carlo Ancelotti ir para o Chelsea.

O técnico foi visto por torcedores do Milan como uma solução barata.

(Reportagem de Mark Meadows)