Ferrari reza por tempo seco após dramas na Ásia

domingo, 18 de abril de 2010 15:48 BRT
 

Por Simon Rabinovitch

XANGAI (Reuters) - A Ferrari deixa a Ásia rezando para voltar às pistas secas depois que seus carros mais uma vez ficaram fora do pódio sob a chuva do Grande Prêmio da China deste domingo.

Fernando Alonso encontrou pouco consolo em sua luta pela quarta colocação e disse que só uma bola de cristal teria permitido à escuderia italiana decidir sobre os melhores pneus com uma chuva que ia e voltava.

"Acho que paramos cinco vezes para trocar os pneus, é muito incomum. Com sorte na próxima corrida vamos ter um final de semana normal. Só tivemos um no Bahrein, e vencemos a prova", disse o espanhol.

"Em uma corrida como essa você só entende no final o que teria sido melhor fazer, já que nem nos boxes nem no carro temos bola de cristal."

O bicampeão mundial venceu a corrida de abertura no Bahrein mas caiu para quarto na chuvosa Austrália, e também viu seu treino classificatório na Malásia arruinado por um temporal.

Alonso assumiu total responsabilidade por queimar a largada no domingo, quando ultrapassou as duas Red Bull na primeira fila. Ele ficou quase no final da fila depois de receber uma punição pelo erro e teve que passar pela reta dos boxes.

"Meus reflexos me deixaram na mão e saí adiantado. Nunca tinha me acontecido antes e estou muito decepcionado comigo mesmo", disse ele.

Seu companheiro de equipe Felipe Massa também se queixou de lutar com a pista molhada depois de terminar em nono lugar.   Continuação...

 
<p>A Ferrari deixa a &Aacute;sia rezando para voltar &agrave;s pistas secas depois que seus carros mais uma vez ficaram fora do p&oacute;dio sob a chuva do Grande Pr&ecirc;mio da China deste domingo. REUTERS/Pool/How Hwee Young</p>