Mourinho encontra tempo para briga apesar de vitória da Inter

terça-feira, 20 de abril de 2010 20:49 BRT
 

Por Mark Meadows

MILÃO (Reuters) - O técnico da Inter de Milão, José Mourinho, encontrou motivos para lamentar apesar de estar perto de mais um triunfo extraordinário ao derrotar o Barcelona por 3 x 1 no primeiro jogo das semifinais da Liga dos Campeões na terça-feira.

O meio-campista espanhol Xavi, do Barça, reclamou do árbitro durante todo o jogo e envolveu-se em uma briga no túnel do estádio San Siro com Mourinho, que deduziu que os atuais campeões europeus foram maus perdedores e novamente reclamou de seu próprio jogador Mario Balotelli por falta de dedicação.

"É sempre difícil perder para aqueles que não estão habituados a perder. Eu sou assim também. É a característica de um time que sempre vence", disse Mourinho em entrevista coletiva quando perguntado sobre o ocorrido no túnel.

"Eu não posso nunca ter um problema com Xavi, porque eu adoro ele. Ele é um dos melhores do mundo."

O treinador português, cuja equipe tem deslizado na campanha por um quinto título seguido do Campeonato Italiano, estava orgulhoso de seus jogadores, mas parecia não acreditar que Balotelli, de 19 anos, teve mais um desempenho sem brilho.

"Estávamos no segundo jogo mais importante no futebol do clube, onde todos vão (ao campo) mortos e alguém poderia ter feito mais para ajudar o time", disse Mourinho após semanas de tensão entre os dois desde que Balotelli foi fotografado com uma camisa do Milan.

O técnico do Barcelona, Pep Guardiola, reclamou do campo úmido e disse que não poderia dizer o quanto a viagem de 14 horas de ônibus afetou sua equipe. "Não sou médico", afirmou ele.

 
<p>O t&eacute;cnico da Inter de Mil&atilde;o, Jos&eacute; Mourinho, grita durante partida contra o Barcelona. REUTERS/Alessandro Garofalo</p>