Maldini é investigado por corrupção na Itália

sexta-feira, 23 de abril de 2010 16:47 BRT
 

MILÃO (Reuters) - O ex-capitão da Milan e da seleção italiana de futebol Paolo Maldini é uma das 43 pessoas que estão sendo investigadas por possíveis práticas ilícitas para obter um tratamento fiscal favorável, disseram nesta sexta-feira fontes da investigação.

A procuradoria de Milão concluiu a investigação e, agora, cabe ao juiz decidir se apresentará acusações de corrupção e acesso abusivo aos sistemas de informação.

Um empregado da agência tributária da Itália foi detido em junho do ano passado como resultado da investigação, e os documentos judiciais mostraram que Maldini foi surpreendido em um telefonema em janeiro de 2009 pedindo que os funcionários reunissem informações fiscais de outro homem sobre uma negociação de propriedade.

"Maldini está seguro de que pode demonstrar que ele e sua esposa não estão envolvidos", disse em comunicado o advogado do ex-jogador, Danilo Buongiorno.

"Eles deveriam ser vistos como vítimas. Certamente, não são pessoas para ser investigadas", acrescentou.

Maldini, de 41 anos, se aposentou do futebol no final da temporada passada após uma carreira de 24 anos, na qual conquistou cinco Copas da Europa pelo Milan e quebrou todos os recordes de partidas jogadas com seu clube.

As autoridades italianas têm sido rigorosas em investigar personalidades do esporte em temas de impostos nos últimos anos, com o campeão do mundo de MotoGP Valetino Rossi como um dos investigados.