Dunga chama polícia para tirar equipe de TV da porta de casa

domingo, 25 de abril de 2010 15:32 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O técnico Dunga registrou ocorrência numa delegacia de Porto Alegre após uma equipe de televisão com carros de reportagem e holofotes ter ocupado a entrada da casa do treinador, informou a polícia neste domingo.

Dunga, que tem um relacionamento complicado com a imprensa, foi surpreendido ao chegar em casa na noite de sábado e deparar-se com a mobilização da equipe de um programa televisivo que direcionou os holofotes para dentro da casa do treinador.

"A casa dele é envidraçada e o pessoal foi com quatro carros e caminhões e ligaram aquela luz forte de televisão para dentro da casa," disse por telefone à Reuters um policial da 6a Delegacia de Polícia, no bairro Tristeza, onde Dunga registrou a ocorrência por "perturbação do sossego alheio."

"A família dele foi obrigada a se esconder dentro de um quarto, e o Dunga foi pego de surpresa quando chegou," acrescentou o policial, que pediu para não ser identificado.

De acordo com testemunhas ouvidas pela polícia, integrantes de um programa humorístico de TV faziam uma gravação na entrada da casa do treinador. Eles seguravam um cartaz com a foto do jogador do Santos Neymar, pedindo a convocação do atacante de 18 anos para a Copa do Mundo.

A confusão foi encerrada após a chegada da polícia ao local. Os refletores foram apagados e os policiais acompanharam a gravação do programa até as 23h, de acordo com o policial.

Dunga convocará no dia 11 de maio os 23 jogadores que vão defender a seleção brasileira no Mundial da África do Sul. A equipe começará no dia 21 de maio, em Curitiba, a preparação para o torneio.

A seleção brasileira estreia na Copa contra a Coreia do Norte, no dia 15 de junho, e jogará ainda com Costa do Marfim e Portugal pela primeira fase.

(Por Pedro Fonseca)