PERFIL-Dunga se igualaria a Beckenbauer com outro título mundial

sexta-feira, 30 de abril de 2010 16:14 BRT
 

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A África do Sul pode consagrar Dunga como o único campeão mundial da história do futebol brasileiro como capitão e técnico, feito alcançado até hoje no mundo apenas pelo ícone alemão Franz Beckenbauer.

Em seu quarto Mundial, o primeiro como técnico, o ex-volante tem a oportunidade ainda de tornar-se o primeiro jogador e técnico do Brasil a vencer uma Copa do Mundo desde Zagallo em 1970.

Carlos Caetano Bledorn Verri, o Dunga, é gaúcho de Ijuí e tem 46 anos. Nunca tinha sido técnico antes de assumir a seleção, porém sua experiência no futebol é vasta.

O capitão do tetra em 1994 foi a aposta da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para comandar a seleção com a mesma firmeza mostrada em campo nos seus tempos de jogador, após a fracassada campanha no Mundial da Alemanha.

Seu discurso de "recuperar o orgulho de jogar pela seleção" foi a base para renovar a equipe e recolocar o Brasil no topo do ranking da Fifa, apesar de ser frequentemente contestado por ter imposto na seleção um futebol defensivo contrário às tradições da equipe.

"Quero trazer para a seleção brasileira a mesma vontade que tive como jogador. Vibração, motivação e vontade de vencer são imprescindíveis para vestir essa camisa", disse Dunga em sua primeira entrevista após assumir o cargo em 2006.

Como jogador, foram 96 partidas e sete gols marcados com a camisa do Brasil. Disputou sua primeira Copa em 1990, quando a derrota para a Argentina nas oitavas-de-final ficou marcada como "era Dunga". Foi apontado como o símbolo do futebol sem criatividade da seleção.

Quatro anos depois, Dunga se reergueu. Jogando sempre com muita disposição na marcação e organizando a equipe dentro de campo, foi um dos destaques do Brasil campeão nos Estados Unidos.   Continuação...

 
<p>Dunga durante entrevista coletiva no Rio de Janeiro. 20/08/2009 REUTERS/Sergio Moraes</p>