Exame médico definirá se árbitros do Paraguai vão à Copa

quarta-feira, 5 de maio de 2010 16:28 BRT
 

ASSUNÇÃO (Reuters) - O trio de arbitragem paraguaio que pretende trabalhar na Copa do Mundo terá que esperar a avaliação médica de um assistente para saber se poderá participar do torneio na África do Sul, informou nesta quarta-feira uma fonte da Confederação Sul-Americana de Futebol.

O presidente da comissão de árbitros da Conmebol, Carlos Alarcón, explicou que o assistente Emigdio Ruiz sofreu uma lesão muscular na perna esquerda durante um teste físico e deve ser submetido a uma revisão médica da Fifa nas próximas horas para definir se pode se recuperar a tempo para o Mundial.

Ruiz, que integra o trio encabeçado pelo árbitro Carlos Amarilla junto ao assistente Nicolás Yegros, não conseguiu terminar o teste realizado na terça-feira em Buenos Aires, na Argentina.

"Ele tem que se recuperar e ir em sua melhor condição. Não podemos correr o risco que vá com uma lesão mal curada", disse Alarcón a uma rádio paraguaia.

Alarcón explicou que o regulamento estabelece que se o árbitro ou seus assistentes não passarem no teste, o trio completo é eliminado. Portanto, se a avaliação médica de Ruiz for negativa, o Paraguai ficará sem representantes no Mundial.

(Reportagem de Mariel Cristaldo)