Maradona se aborrece com Grondona por cancelamento de amistoso

quinta-feira, 6 de maio de 2010 12:48 BRT
 

BUENOS AIRES (Reuters) - O técnico da seleção argentina, Diego Maradona, mostrou seu aborrecimento com o cancelamento do amistoso que a equipe disputaria no dia 29 de maio em Dubai que, segundo disse, prejudicará seus planos para o Mundial na África do Sul.

Maradona, que tentará realizar o sonho de ser campeão com a Argentina como técnico depois de fazê-lo como jogador em 1986, dirigiu sua irritação pela suspensão da partida nos Emirados Árabes Unidos ao presidente da Associação de Futebol Argentino (AFA), Julio Grondona.

A Argentina, que também foi campeã em 1978, se despedirá de seu público no dia 24 de maio no estádio do River Plate, contra o Canadá, com os jogadores que, segundo Maradona, serão os que disputarão o primeiro jogo na África do Sul.

De acordo com os planos do técnico, a Argentina deveria viajar no dia 26 aos Emirados Árabes e no dia 29 disputar um amistoso contra um time local, para um dia mais tarde pegar o voo a Pretoria, onde a seleção se concentrará para o Mundial.

"Tenho a má notícia de que não será feito, mas sobre isso deve ter uma explicação", disse Maradona depois do amistoso em que a seleção formada apenas por jogadores que atuam na Argentina venceu por 4 x 0 o Haiti na província de Neuquén.

"Quando Grondona me pediu para levar 40 convidados eu lhe disse que com a seleção não viaja ninguém, mas que íamos abrir essa exceção, e depois ele me informou que a partida em Dubai não será realizada", destacou.

Maradona, que não explicou quem eram os 40 convidados solicitados por Grondona, destacou que era importante para a seleção e para a AFA jogar esta partida em Dubai.

"Estou querendo falar com Julio (Grondona) porque nós precisamos jogar a partida do dia 29 e ir a Pretoria depois desse jogo... Eu concordei, agora espero que ele concorde", enfatizou.

Maradona vai entregar na segunda-feira à Fifa uma lista de 30 jogadores dos quais 23 serão escolhidos para representar a Argentina na África do Sul.   Continuação...