Senna sugere classificação separada para novas equipes em Mônaco

quinta-feira, 6 de maio de 2010 17:20 BRT
 

Por Alan Baldwin

BARCELONA (Reuters) - As novas equipes da Fórmula 1 deveriam disputar uma classificação separada no Grande Prêmio de Mônaco da próxima semana para não representar um risco aos outros pilotos, sugeriu o estreante brasileiro Bruno Senna nesta quinta-feira.

Bruno Senna, sobrinho do tricampeão mundial Ayrton que foi um grande vencedor nas ruas do principado do Mediterrâneo, disse que vai levantar a questão num encontro dos pilotos na sexta-feira antes do Grande Prêmio da Espanha do fim de semana.

As novas escuderias -- Hispania, Virgin Racing e Lotus -- estão muitos segundos atrás das equipes antigas e normalmente ocupam as últimas posições tanto no grid de largada quanto nas corridas.

"Temos que discutir isso com Charlie (Whiting, diretor de provas), como vamos fazer isso", disse Senna a jornalistas no motorhome da Hispania (HRT), que já pertenceu às ex- equipes Jordan e Super Aguri.

"Não é uma má ideia, para ser honesto, se eles tirassem seis ou oito carros do grupo... os carros mais lentos, e então os outros pilotos participam de uma sessão separada. Provavelmente será uma boa ideia para ambos", acrescentou.

"Não queremos alguém muito mais rápido que a gente nos passando, e eles não querem ter gente mais lenta à frente em todas as voltas. Isso é algo que estou pensando agora. Vou sugerir isso a eles e ver o que eles pensam."

Outros pilotos, com carros rápidos ou lentos, apoiaram a sugestão.

"Não sei como seria feito, mas acho que 24 carros na pista (de Mônaco) será complicado. Vai ser realmente difícil", disse o italiano Jarno Trulli, da Lotus.

Robert Kubica, da Renault, disse que a classificação será um enorme desafio nas ruas apertadas de Mônaco, onde ultrapassar é quase impossível.

"Este ano, com três equipes num ritmo muito mais lento, será muito mais difícil", disse o polonês a repórteres.

 
<p>O piloto brasileiro Bruno Senna durante sess&atilde;o de treino do Grande Pr&ecirc;mio da Austr&aacute;lia da F1 em Melbourne. As novas equipes da F&oacute;rmula 1 deveriam disputar uma classifica&ccedil;&atilde;o separada no Grande Pr&ecirc;mio de M&ocirc;naco da pr&oacute;xima semana para n&atilde;o representar um risco aos outros pilotos, sugeriu o estreante brasileiro nesta quinta-feira. 26/03/2010 REUTERS/Daniel Munoz</p>