Tiger Woods abandona campeonato por contusão no pescoço

domingo, 9 de maio de 2010 14:44 BRT
 

PONTE VEDRA BEACH, Flórida (Reuters) - A má fase de Tiger Woods continuou neste domingo quando uma dor muito forte no pescoço fez o jogador abandonar o torneio Players após jogar seis buracos na sua rodada final.

Em seu terceiro evento desde a grande crise que atingiu a sua vida pessoal no final do ano passado por conta de infidelidade no casamento, o jogador nascido nos Estados Unidos não aparentava desconforto quando falou a um árbitro que iria desistir.

Ele estava duas tacadas acima do placar do dia e duas abaixo do torneiro quando ele abandonou. Ele cumprimentou o seu compatriota e parceiro de jogo Jason Bohn antes de deixar o campo em um carro de golf.

"Eu venho jogando com o pescoço ruim por algum tempo," disse Woods a repórteres. "Eu venho jogando apesar disso. Não consigo mais." "Estou sofrendo de dor e sinto um formigamento nos meus dedos no lado direto," acrescentou.

O jogador, que já venceu 14 vezes os maiores torneios de golf, disse que sentiu as dores no pescoço pela primeira vez no torneio Masters dos Estados Unidos. O campeonato foi o primeiro do jogador após a crise.

Woods, que estava a distantes dez tacadas do líder na última rodada, teve um bogey no buraco número três e outro no quinto ao acertar a sua tacada final na água. Ele poderia ter problemas no sétimo, quando a sua primeira tacada de aproximação ficou longe da área desejada. Na segunda, de quatro tacadas, ele não conseguiu novamente se aproximar do buraco e chamou o árbitro para anunciar a desistência.

Esta foi a primeira vez que Woods abandona um torneio durante uma rodada desde que ele era um amador competindo em 1995 no Aberto dos Estados Unidos em Shinnecock Hills.

 
<p>Tiger Woods deixa competi&ccedil;&atilde;o emPonte Vedra. A m&aacute; fase de Tiger Woods continuou neste domingo quando uma dor muito forte no pesco&ccedil;o fez o jogador abandonar o torneio Players ap&oacute;s jogar seis buracos na sua rodada final.09/05/2010.REUTERS/Hans Deryk</p>