11 de Maio de 2010 / às 16:13 / 7 anos atrás

Dunga convoca Grafite e deixa Adriano e Ronaldinho fora da Copa

<p>Grafite do Wolfsburg comemora gol contra o Schalke 04 durante jogo do Campeonato Alem&atilde;o em fevereiro. Grafite foi convocado para a sele&ccedil;&atilde;o brasileira que disputar&aacute; o Mundial na &Aacute;frica do Sul, enquanto Adriano ficou fora da lista do t&eacute;cnico Dunga. 21/02/2010Ina Fassbender</p>

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Brasil vai para a Copa do Mundo da África do Sul sem Ronaldinho, Adriano, Neymar e Ganso. O técnico Dunga não cedeu à pressão por jogadores ofensivos e decidiu, nesta terça-feira, manter a equipe que conquistou vitórias sob a marca de um futebol sem brilho.

Adriano, que foi titular no único amistoso do Brasil este ano, perdeu a vaga devido aos problemas extra-campo que lhe deixaram de fora de cerca de metade dos jogos do Flamengo no ano.

A jovem dupla do Santos Neymar, 18, e Paulo Henrique Ganso, 20, que encantaram o país no começo da temporada com um futebol ofensivo e eficiente, foram considerados inexperientes pelo treinador, que também não deu espaço para o retorno de Ronaldinho Gaúcho.

"Ser conservador desde o início deu resultado", afirmou Dunga a jornalistas, após a convocação dos 23 jogadores para a Copa, quando questionado sobre a falta de opções ofensivas em sua equipe.

"É um trabalho de três anos e meio... não se pode mudar tudo em 15 dias, esquecer tudo porque alguns querem", rebateu o treinador, numa entrevista coletiva marcada por respostas ríspidas por parte do técnico.

A principal surpresa na lista foi a exclusão de Adriano, que fez parte do trabalho do treinador desde o começo. O atacante acabou punido por seu comportamento fora de campo, principalmente pelo excesso de peso e as faltas a treinos do Flamengo.

O jogador, que também enfrentou problemas físicos antes da Copa de 2006, não conseguiu este ano dar continuidade à boa temporada que fez em 2009, quando foi artilheiro do Campeonato Brasileiro pelo Flamengo.

"(Ao) Adriano nós demos inúmeras oportunidades, inúmeras chances para se reverter uma certa situação, mas aí vem a questão do comprometimento. Chegou um momento em que a gente teve que tomar uma decisão pelo coletivo. É uma decisão do treinador", disse Dunga após anunciar os convocados.

"Adoro o Adriano, acho que ele tem um futebol fantástico, ia nos ajudar muito, mas eu não preciso repetir os erros do passado para aprender. A gente convocou (no começo do ano) para ver se a auto-estima e o moral dariam um encaminhamento, mas algumas atitudes foram se somando e se repetindo."

A opção do treinador para o lugar de Adriano foi o atacante do Wolfsburg Grafite, que terá a chance de disputar seu primeiro Mundial aos 31 anos. O jogador conquistou a vaga após entrar justamente no lugar de Adriano no amistoso de março contra a Irlanda, vencido por 2 x 0 pelo Brasil.

"Tem pessoas que têm inúmeras oportunidades e acham que sempre vão ter a próxima, e tem algumas que em cinco minutos demonstram porque vieram", afirmou Dunga sobre Grafite. "Além disso é um jogador que supre as características mais ou menos do Adriano."

GAÚCHO E GANSO NA ESPERA

Respaldado pelas conquistas da Copa América 2007, Copa das Confederações 2009 e o primeiro lugar nas eliminatórias do Mundial, Dunga defendeu a continuidade de um trabalho desde que assumiu o time, em 2006, para escolher os nomes que irão à África, e considerou Ganso e Neymar ainda verdes demais.

O técnico afirmou que os jogadores se destacaram há apenas dois meses, e que até o ano passado ainda estavam no banco de reservas em seu time.

"O desenvolvimento desses jogadores se deu em fevereiro e março. Vocês acham que o jogador, por maior potencial que tenha, vai estar preparado para uma pressão de Copa do Mundo? Pode até ser que tenha, mas pela experiência de outras Copas não é isso que se vê."

Após a convocação, Ganso e Gaúcho foram incluídos pelo técnico numa relação divulgada no site da Confederação Brasileira de Futebol com os sete jogadores da lista complementar que será entregue à Fifa com os 30 nomes exigidos.

A Fifa determina que 23 jogadores dentro desse grupo de 30 sejam inscritos no Mundial até o dia 1o de junho. Depois disso, as trocas só acontecerão em caso de lesões até a véspera da estreia da equipe na Copa.

O Brasil está no Grupo G do Mundial, junto com Coreia do Norte, Costa do Marfim e Portugal.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below