Eriksson precisa correr contra o tempo com Costa do Marfim

quinta-feira, 20 de maio de 2010 15:30 BRT
 

Por Brian Homewood

MONTREUX, Suíça (Reuters) - O técnico da seleção da Costa do Marfim, Sven-Goran Eriksson, terá toda sua equipe reunida pela primeira vez na próxima segunda-feira, menos de três semanas antes do início da Copa do Mundo.

O sueco, contratado no final de março, terá somente dois amistosos contra Paraguai e Japão para preparar os "elefantes" para um dos grupos mais difíceis do Mundial da África do Sul, formado ainda por Portugal, Brasil e Coreia do Norte.

Eriksson iniciou um treinamento com 13 dos 30 convocados por ele na lista provisória para o Mundial. Quatro goleiros e nove defensores estão com o técnico.

"Conseguimos praticar a defesa um pouco", disse o ex-técnico da seleção inglesa, que substituiu Vahid Halilhodzic, demitido após a eliminação nas quartas-de-final da Copa Africana de Nações contra a Argélia em janeiro.

"Não é a melhor das situações, agora eu tenho 13 jogadores nesta semana e tenho de observar como eles trabalham", disse o técnico a um pequeno grupo de jornalistas.

"Me encontrarei com os outros 17 na segunda-feira. Nunca trabalhei com eles. Temos que ser rápidos, conseguir montar um time, dentro e fora do campo", disse.

"A realidade é que há muitos bons jogadores de futebol e depende de mim e dos jogadores fazer disso um time", acrescentou.

Eriksson não morou na Costa do Marfim, o que significa que ele está alheio às críticas, comentários da imprensa e da intriga política.   Continuação...

 
<p>O t&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o da Costa do Marfim, o sueco Sven-Goran Eriksson, foi contratado apenas no final de mar&ccedil;o. 20/05/2019 REUTERS/Denis Balibouse</p>