De volta a Roland Garros, Nadal retoma rivalidade com Federer

quinta-feira, 20 de maio de 2010 16:13 BRT
 

Por Martyn Herman

LONDRES (Reuters) - O tenista Rafael Nadal costumava transtorná-lo e até fazê-lo chorar em certas ocasiões, mas ninguém ficará mais feliz em ver o espanhol retomar seu caso de amor com Roland Garros do que Roger Federer.

Quando o Aberto da França começar no domingo, o torneio masculino terá um ar familiar com o suíço número um do mundo Federer e seu inimigo do saibro separados por outros 126 tenistas - cada um a seis vitórias de distância de um oitavo confronto final num grand slam.

Há doze meses, Nadal perdeu em Roland Garros para o sueco Robin Sodernling, numa derrota impressionante. Nadal viu de longe o suíço conquistar o título em Paris e depois o 15o grand slam de sua carreira em Wimbledon, numa quebra de recordes. Uma tendinite nos joelhos lançava dúvidas sobre a carreira do espanhol, também abalado pela separação dos pais.

A clássica rivalidade que elevou o tênis masculino às alturas parecia em perigo, mas Rafa está de volta, como mostrou em Monte Carlo, no mês passado, ao vencer o sexto título consecutivo do torneio.