Fórmula 1 fará correções em regras do safety car

quinta-feira, 20 de maio de 2010 16:45 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O organismo que dirige a Fórmula 1 tomou providências para modificar as regras do safety car depois que Michael Schumacher foi penalizado por uma ultrapassagem no Grande Prêmio de Mônaco no último fim de semana.

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) afirmou num comunicado nesta quinta-feira que havia "uma falta de clareza" na aplicação da regra proibindo a ultrapassagem quando o safety car fosse usado na última volta de uma corrida.

"Ajustes aos regulamentos são necessários para esclarecer o procedimento que precisa ser cumprido pelos carros quando a última volta for controlada pelo safety car, por outro lado também garantindo que a sinalização para as equipes e motoristas seja mais clara", acrescentou a FIA.

"A Comissão de Fórmula 1, mediante uma proposta do Grupo de Trabalho da F1, apresentará uma emenda às regulações do esporte para tratar dessa questão."

A FIA afirmou que a emenda será examinada pelo Conselho Mundial de Esportes Motores em uma reunião em Genebra, na Suíça, em 23 de junho.

Sete vezes campeão mundial, Schumacher ultrapassou Fernando Alonso, da Ferrari, chegando à sexta posição na curva final da corrida momentos depois de o safety car ter entrado nos boxes.

O piloto da Mercedes, retornado esta temporada aos 41 anos, foi penalizado com 20 segundos a mais, que o levou ao 12o lugar.

A Mercedes havia planejado recorrer da punição, mas disse na terça-feira que decidiu não fazer isso em nome do esporte.