Em Paris, Venus se destaca, Tsonga leva susto e Mello cai

domingo, 23 de maio de 2010 17:21 BRT
 

Por Martyn Herman

PARIS (Reuters) - O domingo de sol forte em Paris testemunhou Venus Williams elevar ainda mais a temperatura e o favorito da casa Jo-Wilfried Tsonga quase ser pego no contrapé no primeiro dia do Aberto da França.

Williams, vestindo um uniforme preto e vermelho com franjas que mais lembrava um vestido de noite, fez a competição feminina pegar no tranco com a vitória de 6-3 e 6-3 sobre a suíça Patty Schnyder com um jogo tão chamativo quando sua vestimenta.

Tsonga, o tenista francês mais bem ranqueado e oitavo cabeça-de-chave, quase arruinou um dia de sonho para os torcedores locais ao ser levado à beira do precipício pelo pouco conhecido alemão Daniel Brands antes de emergir vitorioso ao final de cinco sets.

Roland Garros é um dos destaques do calendário esportivo francês, e hordas de espectadores serpenteavam pela arborizada Rue D'Auteuil desde cedo.

As rolhas de vinho já espocavam nos bares chiques do bairro parisiense quando Svetlana Kuznetsova, detentora do título feminino, deu início aos procedimentos na quadra Philippe Chatrier.

A russa e sexta cabeça-de-chave, incrivelmente fora de forma na segunda competição mais importante da temporada, pareceu ter sido seduzida pela atmosfera jovial e deixou a romena Sorana Cirstea abrir 3-0 no primeiro set antes de se reerguer a tempo de evitar a humilhação de uma eliminação antes do almoço, vencendo com parciais de 6-3 e 6-1.

O domingo de abertura de Roland Garros é único entre os Grand Slams, mas um primeiro dia sem Roger Federer ou Rafael Nadal deixou a sensação de uma entrada leve antes da ação mais suculenta da próxima quinzena.

Houve muita coisa no menu, mas quem optou por um copo a mais de vinho perdeu a previsível surra do azarão francês Laurent Recouderc, ministrada por Robin Soderling, vice-campeão em 2009.   Continuação...

 
<p>Venus Williams dos EUA comemora vit&oacute;ria contra a sui&ccedil;a Patty Schnyder no Aberto da Fran&ccedil;a em Roland Garros, Paris. Williams venceu por 6-3 e 6-3. 23/05/2010 REUTERS/Bogdan Cristel</p>