Dunga afrouxa isolamento da seleção e abre treino outra vez

terça-feira, 25 de maio de 2010 11:12 BRT
 

Por Pedro Fonseca

CURITIBA (Reuters) - A blindagem imposta pelo técnico Dunga à seleção brasileira está perdendo força. Pelo segundo dia consecutivo, o técnico abriu o treinamento da equipe à imprensa e à torcida, nesta terça-feira, rompendo o rigor da programação que previa atividades fechadas.

Sem qualquer aviso, o treinador liberou a entrada dos torcedores e dos jornalistas ao primeiro treino dos jogadores com bola no centro do Atlético-PR, onde a equipe está concentrada desde sexta-feira. No treino de segunda à tarde, ele tinha permitido o acesso de torcedores e repórteres pela primeira vez.

O isolamento imposto à seleção, uma resposta à abertura excessiva da preparação em Weggis que foi vista como uma das causas da derrota na Copa da Alemanha, tinha mantido os torcedores sem qualquer contato com os jogadores até então.

Mais uma vez, o meia Kaká não participou da atividade com o restante do grupo. O jogador do Real Madrid continuou realizando trabalho de fisioterapia para recuperar-se de uma lesão muscular na coxa esquerda. A previsão da comissão técnica é de que o jogador participe da atividade da tarde.

O goleiro Julio César, último jogador a se reunir à seleção em Curitiba, chegou esta manhã ao centro de treinamento e será submetido a exames médicos e avaliação física ao longo do dia.

O jogador da Inter de Milão optou por vir ao Brasil se apresentar ao time apesar de ter recebido liberação para seguir direto para a África do Sul, após ter conquistado a Liga dos Campeões com a Inter de Milão no sábado. Seus companheiros de clube Maicon e Lúcio vão direto para Johanesburgo.

Após o fim do treino da manhã, um grupo de alunos de uma escola para deficientes auditivos da cidade recebeu autorização para ir até o campo e posar para fotos com os jogadores. Robinho foi o mais festejado.

"A gente veio com uma expectativa grande, mas não sabia se ia conseguir. Foi excelente, os jogadores foram simpáticos e as crianças adoraram", afirmou a professora Cláudia Manhanes.

A seleção brasileira deixará Curitiba na quarta-feira, em voo fretado, e fará escala em Brasília para ser recebida pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, antes de embarcar para o Mundial.

A equipe estreia na Copa contra a Coreia do Norte, no dia 15 de junho, e jogará ainda com Costa do Marfim e Portugal pela primeira fase.

 
<p>Dunga participa de treino em Curitiba. A blindagem imposta pelo t&eacute;cnico Dunga &agrave; sele&ccedil;&atilde;o brasileira est&aacute; perdendo for&ccedil;a. Pelo segundo dia consecutivo, o t&eacute;cnico abriu o treinamento da equipe &agrave; imprensa e &agrave; torcida, nesta ter&ccedil;a-feira, rompendo o rigor da programa&ccedil;&atilde;o que previa atividades fechadas.24/05/2010.REUTERS/Paulo Whitaker</p>