Coreia do Norte quer surpreender na Copa do Mundo

terça-feira, 25 de maio de 2010 11:17 BRT
 

SEUL (Reuters) - A Coreia do Norte aposta no espírito de equipe, no fator surpresa e na determinação para contrariar as expectativas e se classificar para as oitavas-de-final da Copa do Mundo deste ano na África do Sul.

Ciente de que sua equipe é apontada como a mais fraca do torneio que será disputado entre os dias 11 de junho e 11 de julho, o técnico Kim Jong-hun acredita que pode surpreender.

A seleção norte-coreana protagonizou uma das maiores zebras da história dos Mundiais da última vez que disputou a Copa do Mundo, em 1966, quando derrotou a Itália para chegar às quartas-de-final e, de quebra, mandou os italianos mais cedo para casa.

"Estou ciente das avaliações que fazem de nossa equipe", disse Kim à agência de notícias Yonhap, após sessão de treinamento da equipe em Altach, na Áusrtria. "Temos o forte espírito do desafio para contrariar as expectativas."

A Coreia do Norte foi a sensação do Mundial de 1966, sediado e vencido pela Inglaterra. Os norte-coreanos derrotaram a Itália para chegar às quartas, quando venciam Portugal por 3 x 0, mas sofreram a virada e acabaram eliminados com a derrota por 5 x 3.

Para o atacante Jong Tae-se, estar entre os dois primeiros do Grupo G, que também tem Brasil, Portugal e Costa do Marfim, seria uma proeza ainda maior.

"O Brasil será o primeiro e nós conquistaremos o segundo lugar", disse o atacante do Kawasaki Frontale. "Somos um bom time, com características que nenhum outro país tem... Ninguém sabe o que vai acontecer e temos a possibilidade."

A Coreia do Norte enfrentará a Grécia, também classificada para o Mundial, em amistoso ainda nesta terça-feira.

Os norte-coreanos farão a estreia no Mundial contra o Brasil no dia 15 de junho em Johanesburgo.